SPA DO RAYON

O Grand Hotel Rayon, de Curitiba, agora oferece aos seus hóspedes e ao público externo o Spa by Anna Pegova, com uma série de tratamentos que seguem os protocolos mundiais da marca francesa. Além da limpeza de pele por hidrossucção, o menu do spa conta com opções de massagens, tratamentos faciais para todos os tipos de pele, tratamentos anti-age, procedimentos para as mãos e pés e exclusivos protocolos de day spa, como o vinhoterapia, e rituais que devolvem a firmeza e a luminosidade do rosto. Fernanda Assis, gerente de planejamento estratégico e marketing do Rayon, destaca: “Trouxemos uma referência quando o assunto é beleza e bem-estar para oferecer momentos especiais, de relaxamento e cuidados, para nossos hóspedes e o público curitibano”. O Grand Hotel Rayon Spa by Anna Pegova funciona de segunda a sábado, das 11h às 21h.  Agendamentos podem ser feitos pelo (41) 3532-0150 – ramal 1258 ou Whats App (41) 99206-6051.

URUGUAI, BENEFÍCIOS FISCAIS

O governo do Uruguai prorrogou até 31 de outubro de 2019 os benefícios fiscais concedidos a turistas não residentes no país sobre serviços de gastronômicos e catering, locação de veículos e imóveis por motivo turístico. A medida inclui a devolução de até 22% do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) para serviços de turismo prestados a pessoas físicas, desde que sejam pagos com dinheiro eletrônico, cartões de débito ou crédito. Nos serviços gastronômicos estão os prestados por restaurantes, bares, confeitarias, cafeterias, casas de chá e similares, ou por hotéis, motéis, apart hotel, pousadas, fazendas turísticas, hotéis de campo, granjas turísticas, pousadas de campo, casas de campo e camping hostels, sempre que essas prestações não integrarem o conceito de hospedagem. Para a ministra do Turismo Uruguai, Liliam Kechichian, “esta tem sido uma ferramenta de competitividade muito importante”. Já o ministro interino da Economia, Pablo Ferreri, diz que “o equilíbrio entre a renúncia fiscal e o volume de atividade gerado  é benéfica para o país e colabora com um setor altamente dinâmico”. Os dados sobre os benefícios estão em www.uruguaynatural.com/index.php/pr/verao-em-uruguai.

AFRICA NO FESTURIS

Costa do Marfim já confirmou sua participação no Festuris Gramado – Feira Internacional de Turismo, que será realizada de 7 a 10 de novembro, naquela cidade gaúcha. Será a segunda vez consecutiva que o país africano marca presença no evento. A confirmação ocorreu dias atrás, quando o diretor do evento gramadense, Eduardo Zorzanello, participou do Salón Du Tourisme de Abidjan, onde foi prospectar negócios. Diz ele: “É um trabalho muito importante que estamos fazendo na no continente africano, levando até o trade de lá a mensagem da importância do papel do escritório de Turismo da Costa do Marfim no Brasil para promover o destino e levar turistas sul-americanos para lá”. A Costa do Marfim possui um potencial enorme para o Turismo Religioso, Cultural e Gastronômico, Turismo de Natureza, além de ser um grande produtor de café e cacau. Países como Marrocos, Etiópia, África do Sul, Argélia e Egito também devem participar do Festuris. Na foto, Eduardo Zorzanello com Jean-Marie Somet, diretor geral do Turismo da Costa do Marfim, e Kouassi Jean, diretor do escritório daquele país no Brasil.

PATRIMÔNIO PORTUGUÊS

O governo português lançou o projeto “Revive” com o objetivo de restaurar o patrimônio cultural e histórico do país, que reúne valores arquitetônicos, culturais, sociais e ambientais relevantes, com a participação da iniciativa privada. Portugal entende que o patrimônio imobiliário público constitui um componente muito importante da identidade histórica, cultural e social do país, e um elemento rico e diferenciador para a atratividade das regiões e para o desenvolvimento do turismo. “É, por isso, determinante assegurar a sua preservação, valorização e divulgação, bem como um acesso à sua utilização.” E destaca: “Pretende-se, com esta iniciativa, promover e agilizar os processos de rentabilização e preservação de patrimônio público que se encontra em desuso, tornando possível a sua utilização em uma atividade econômica com finalidade turística, gerando riqueza e postos de trabalho, promovendo o reforço da atratividade de destinos regionais, a desconcentração da procura e o desenvolvimento de várias regiões de Portugal. Todo o projeto é acompanhado por uma equipa técnica integrada por representantes da Direção Geral do Patrimônio Cultural, da Direção Geral do Tesouro e Finanças e do Turismo de Portugal, I.P., contando ainda com o envolvimento dos municípios de localização dos imóveis, assegurando-se, através das condições dos concursos, a proteção do patrimônio classificado e a adequação do tipo de exploração às necessidades de desenvolvimento de cada região.

COSTA DO SAUÍPE

O complexo turístico Costa do Sauípe, no litoral norte baiano,  passou a fornecer cadeiras anfíbia a seus hóspedes portadores de deficiência física ou com mobilidade reduzida, o que lhes permite curtir as belezas da natureza local em banhos de mar assistidos por salva-vidas do resort. “A aquisição das cadeiras anfíbias é uma demanda social do bem. A natureza é a nossa prioridade, e o mar precisa ser um espaço acessível para todas as pessoas. Garantimos assim integração de todo nosso público com atividades de entretenimento, afinal a diversão aqui é para todos”, conta Flávio Monteiro, diretor de Experiência de Operações da Aviva.