Ernani Ribas do Valle, o Gordo, impecável maitre e relações públicas do restaurante Madalosso, de Santa Felicidade, onde trabalhou por cerca de 40 anos

Embaixador do turismo

Ernani Ribas do Valle, o Gordo, impecável maitre e relações públicas do restaurante Madalosso, de Santa Felicidade, onde trabalhou por cerca de 40 anos, foi um incansável batalhador em favor do turismo curitibano. Em seu funeral, na sexta-feira 6 de novembro, aos acordes do hino do Coritiba Futebol Clube, seu time do coração, e ante o testemunho de uma legião de amigos, Ernani foi lembrado como um verdadeiro embaixador de Curitiba. Levou o nome do Madalosso e da cidade bem longe, na prospecção de turistas e de clientes. Andou por esse Brasil afora, sempre abastecido de folhetos e de simpatia, na importante tarefa de interessar futuros visitantes. Ao morrer, com apenas 60 anos, deixou um importante legado e merecerá ser sempre lembrado. A foto, onde ele aparece com o jornalista Luiz Gonzaga de Mattos, é de um momento importante em sua vida, nos idos de junho de 1990, quando recebeu o Troféu Cataratas, conferido pela Abrajet Paraná, seccional da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, em solenidade realizada no hotel Bourbon, em Foz do Iguaçu.

De olho na Copa

Se a África do Sul, em 2010, ou o Brasil, em 2014, tiverem problemas para sediar a Copa do Mundo de Futebol, a Fifa poderá transferir o torneio para os Estados Unidos. O país de Obama, segundo a entidade dona da competição, estaria apto a organizar a Copa em apenas 40 dias. É uma espécie de país-estepe. Quem deu a informação foi a consultora da Abav Nacional Karla Buzzi, em recente palestra na Abav Paraná. Ela passou importantes dados aos agentes de viagens, coletados durante recente viagem a Alemanha, país-sede em 2008, anotando tudo o que deu certo e os eventuais erros cometidos. É bom ficar de olho, porque a FIFA manda e desmanda em tudo. Outra informação de Karla foi de que a Copa espanta, momentaneamente, durante e logo após o período dos jogos, o turista de eventos e de negócios. Mas, na continuidade, o fluxo nessas áreas cresce bastante.

Sol vai a Londrina


A Sol Linhas Aéreas, única empresa paranaense com voos regulares, presidida pelo empresário Marcos Solano Vale, deve ampliar seus serviços já em dezembro, passando a voar para Londrina. Com sede em Cascavel, a companhia iniciou operações há pouco mais de um mês entre Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu e Maringá. Semana passada, em visita ao secretário estadual de turismo, Celso Caron, dirigentes da aérea informaram que o objetivo para 2010 é incluir na malha as cidades de Umuarama, Telêmaco Borba, Pato Branco, Francisco Beltrão e Guarapuava. Mas, Nei Buschmann, diretor de marketing da Sol, explicou que, para esses locais, ainda há dificuldades, como a falta de aeroportos homologados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A Sol voa com um bimotor turboélice Let, para dois tripulantes e 19 passageiros, fabricado pela Let Aircraft Industries, da República Tcheca. E deve receber a segunda aeronave em dezembro e uma terceira em 2010.

Aula práticaQuinta-feira, 19, às 16h, e sexta, 20, às 19h, professores e alunos do curso de Turismo da Facinter promovem o II Walk Tour pelo centro de Curitiba. Vão atuar como guias de turismo, contando a visitantes e a pessoas da cidade um pouco da história dos principais pontos de interesse da região. O roteiro sai do Memorial de Curitiba, no Largo da Ordem, passa pelo Setor Histórico, percorre trecho da  rua 15 e encerra na praça Santos Andrade. O evento faz parte da III Feira de Profissões do Grupo Educacional Uninter e terá a parceria de hotéis. O objetivo é proporcionar aos alunos a prática como guias e apresentar parte do potencial turístico e cultural da cidade.

Balanço da ABIH Paraná

A ABIH Paraná, seccional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, que em 2010 estará completando 45 anos de fundação, marcou para o próximo 7 de dezembro, no Pestana Curitiba Hotel, sua confraternização de final de ano, quando serão apresentados novos parceiros e também comemorado o 73º aniversário dA ABIH Nacional. Entre as conquistas do segmento, que o presidente Cláudio José Antunes apresentará no balanço de fim de ano, está a obtenção de financiamento, via Banco do Brasil e Caixa Econômica, para aquisição de veículos e outras melhorias nos hotéis associados.

Flores natalinas

O hotel Lancaster (rua Voluntários da Pátria, 91, Centro), motivado pelo concurso de decoração natalina lançado pelo Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, vai decorar sua fachada pela primeira vez. Serão utilizados materiais recicláveis, como flores feitas de garrafas pet.

16º Workshop CVC

A CVC anuncia para os dias 3 e 4 de fevereiro de 2010, a 16ª edição de seu Workshop, considerado o maior evento de empresa do turismo nacional. Pretende reunir, no Pavilhão Branco do Expo Center Norte, em São Paulo, cerca de 600 expositores nacionais e internacionais, entre hotéis, companhias aéreas, agências de receptivo, órgãos oficiais de turismo, e receber perto de 12 mil agentes de viagens. Na Workshop CVC serão apresentadas as novidades e tendências para a temporada turística 2010/2011. Interessados podem obter informações em www.gpsete.com.br/workshopcvc2010.

 

Fretamentos da CVC

Ainda da CVC: além de renovar seu acordo de fretamento de aeronaves da TAM, a operadora firmou parceria com outra empresa aérea, a Passaredo, da qual fretará dois jatos Embraer 145, que serão utilizados em voos para Maceió e Salvador, com duas saídas semanais de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. A ideia é triplicar a oferta de pacotes turísticos para a região. Com os jatos Airbus A319 da TAM, a operadora terá dois voos charters semanais para Porto Seguro (BA), na alta temporada de verão.

O primeiro Pullman na AL

O primeiro hotel da bandeira Pullman na América Latina começou a operar na cidade argentina de Rosário (avenida Batlle y Ordoñez y Bv Oroño). Tem 186 apartamentos e exigiu recursos de 34 milhões de dólares. Os hotéis Pullman fazem parte da rede Accor Hospitality, braço hoteleiro do grupo Accor, líder em número de hotéis na América Latina. A marca, voltada principalmente para o mercado corporativo, tem como diferencial a não-padronização e situa-se na chamada categoria Upscale, cujo conceito baseia-se em três pilares fundamentais: convívio hospitaleiro, serenidade e conectividade. Patrick Vaysse, diretor de operações Pullman para a Am&eacu
te;rica Latina, diz que já há um segundo contrato para um Pullman em Ciudad Del Este, Paraguai, com inauguração prevista para o segundo semestre de 2012.  E o Brasil pode ser contemplado na sequência. “Como rede mundial, nosso objetivo é ter 300 hotéis da marca em funcionamento em todo o mundo até 2015”. Informações: www.accorhotels.com.