Durante a 16ª edição do Huawei Analyst Summit (HAS), que acontece  em Shenzhen, na China, a Huawei fez diversos anúncios ligados à utilização comercial em larga escala da tecnologia 5G.

Um dos destaques foi a assinatura de um acordo de cooperação estratégica entre o InterContinental Shenzhen, a Shenzhen Telecom e a Huawei para criar o primeiro hotel 5G inteligente do mundo.

Com a introdução da primeira rede 5G end-to-end do setor hoteleiro com terminais integrados e aplicativos em nuvem, o projeto permitirá que o InterContinental Shenzhen ofereça aos hóspedes uma experiência de luxo inovadora. O projeto também viabiliza a transformação digital de toda a indústria hoteleira por meio da tecnologia 5G.

O equipamento de rede 5G da Huawei será instalado pela Shenzhen Telecom no InterContinental Shenzhen, primeiro hotel de luxo de inspiração espanhola na China. Ele garantirá uma cobertura contínua 5G interna e externa, servindo como plataforma para uma nova geração de serviços de hotelaria.

Alguns exemplos de aplicações que estarão disponíveis para os hóspedes em seus smartphones e em terminais comerciais 5G incluem robôs de boas vindas, games na nuvem e até máquinas de remo com realidade virtual (VR). A inovação proporcionará tanto um ambiente eficiente e conveniente para viajantes de negócios quanto uma experiência de entretenimento imersiva e de alto nível aos hóspedes em viagens de lazer.


O sucesso de  Cleyton Ogura

Cleyton Ogura está à frente da BelClinic, referência no tratamento avançado de pele no Sul e Centro-Oeste do Brasil

Comando News – Compartilhar novos conhecimentos, experiências e histórias de sucesso, esses são os principais temas das palestras Cleyton Ogura. Engenheiro Civil, formado pela Unicamp, o empresário apresenta em congressos e eventos como é possível sempre surpreender clientes e ajudar as pessoas a valorizarem a sua autoestima e com isso recuperarem a confiança.

“Temos sempre de surpreender as pessoas. Para isso, é necessário conhecimento, empatia, comunicação de impacto e valorizar o bem estar de cada um”, lembra Cleyton.

Profissional multitarefas e focado, Ogura está à frente da BelClinic, empresa referência no tratamento de pele no Sul e Centro-Oeste do Brasil, que oferece uma linha exclusiva de Dermoativos que levam beleza e saúde para as pessoas.

“O nosso sucesso é ajudar as pessoas a crescerem também. E uma das maneiras disso acontecer é trabalhar a auto-estima para superação dos desafios diários. A BelClinic traz o retorno real da auto-estima para as pessoas com tratamentos eficazes há 28 anos. O rosto, a aparência é o cartão de visitas e você se sentir bem é primeiro grande passo para o sucesso. ”, enfatiza o empresário.

Uma das histórias lembradas nas palestras e treinamentos de Cleyton é da mãe do empresário, Mutsumi Ogura. Imigrante japonesa, veio para o Brasil aos 17 anos sem falar corretamente o português, quando a família deixou o Japão para fugir da Segunda Guerra Mundial. Aqui no Brasil, ela casou-se e teve dois filhos, mas foi abandonada pelo marido. Com isso, teve de criar os filhos sozinha num país de cultura completamente diferente do dela.

“Minha mãe trabalhou como sacoleira, vendendo mercadorias trazidas do Paraguai para nos sustentar e, com muita luta, fez da BelClinic uma referência no tratamento de pele que chegou a ter mais de 5 mil revendedoras ativas. Então, a mensagem que ela nos transmitiu é que sempre é possível superar os desafios da vida com trabalho e determinação”, lembra Cleyton.


 Novas áreas de atuação no mercado

Elton Ivan Schneider é diretor da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional Uninter.

“Para muitas pessoas, o Dia do Trabalho é uma data para ser lembrada uma vez ao ano, mas para nós que trabalhamos com educação e formação de profissionais, a preocupação com o tema ocorre ao longo dos 365 dias. Sempre estamos pensando em como proporcionar a melhor formação a todos aqueles que buscam um curso superior para se preparar para o mercado de trabalho atual e futuro”. A afirmação é de Elton Ivan Schneider é diretor da Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional Uninter.

Segundo ele, “Não há dúvidas de que a evolução das tecnologias digitais trará (e já está trazendo) grandes transformações ao mercado, aos empregos, aos negócios e à sociedade, principalmente para as profissões que possam ser impactadas por robótica, inteligência artificial e automação. É muito óbvio dizer que serviços de telemarketing serão substituídos por chat bots e que no lugar dos atendentes de fast food entrarão, por exemplo, os terminais de autoatendimento – como nos bancos.”

E prossegue de Elton Ivan Schneider: “Podemos afirmar que muitas profissões tradicionais serão fortemente impactadas pela tecnologia no futuro, como administração, jornalismo, direito, engenharia, medicina, entre outras. Ser impactado é diferente de ser extinto; eles serão diferentes de como são constituídos hoje, vão incorporar mais tecnologia, mais matemática e estatística, vão exigir maior capacidade de análise e interpretação de dados, maior uso de tecnologia aplicada aos processos e aos negócios.”

Segundo ele “Na primeira semana de abril/2019, o governo chinês apresentou um de seus novos programas estatais o “Made in China 2025”, que tem como objetivo colocar o país na liderança da indústria hi-tech mundial, criando 13 novas profissões: engenheiro de IA (Inteligência Artificial), engenheiro de IoT (internet das coisas), engenheiro de big data, engenheiro de computação na nuvem, gestor digital, técnico em modelagem para arquitetura, operador de e-sports, jogador de e-sports, piloto de drone, analista de dados em agricultura, instalador de IoT, operador de robô e manutenção de robô.”

E acrescenta: “Na Escola Superior de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional Uninter, elencamos um conjunto de tecnologias que vão impactar empregos e profissões nos próximos anos, entre elas: internet das coisas (IoT), big data, inteligência artificial (IA), impressão 3D, blockchain, criptomoedas, e-commerce, marketing digital, business intelligence (BI), realidade aumentada, redes sociais, omnichannel e segurança cibernética.”


Borcath inicia obras de complexo médico

Foram iniciadas as obras do primeiro complexo médico pioneiro do Brasil, o Eco Medical Center. Localizado no bairro Água Verde, em Curitiba (PR), o projeto – que teve investimento inicial de R$ 80 milhões, une a reconhecida estrutura e modelo de gestão do Hospital IPO com o expertise imobiliário do grupo D. Borcath, que conta com 43 anos de atuação nas áreas de incorporação, construção e hotelaria.

Com inauguração prevista para 2021, o empreendimento foi inspirado no complexo Medical City, dos Estados Unidos, e terá uma estrutura hospitalar, distribuídos em 19 mil metros quadrados e capacidade de atendimento de 4 mil pacientes/dia, que irão somar-se à estrutura já existente de 11 mil metros quadrados. A gestão será provida pela BF Medical Facilities, associação entre os empresários João Luiz Garcia de Faria e Douglas Borcath Filho.


Anúncio  de recursos para agricultura

Uma suplementação orçamentária de R$ 500 milhões para o Moderfrota, mais R$ 1 bilhão em financiamento do Banco do Brasil e R$ 1 bilhão para o seguro rural do Plano Safra 2019/2020. A liberação desses recursos foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro durante a solenidade de abertura da Agrishow 2019 – 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, realizada nesta segunda-feira, em Ribeirão Preto-SP. “A agricultura brasileira está dando certo e temos de trabalhar, uma vez que nosso governo não quer atrapalhar quem produz”, afirmou o presidente.

Durante a cerimônia, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, também informou que, no dia 12 de junho, será feito o anúncio oficial dos recursos para o Plano Safra 2019-2020. “Estamos em tratativas com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para que nosso orçamento contemple as principais reivindicações do setor e acredito que todos os senhores terão uma surpresa agradável”, comentou a ministra. Outras notícias divulgadas pela titular da Agricultura foi a abertura do mercado indiano para os produtores brasileiros de frango e uma viagem, na próxima semana, de uma delegação do Ministério para a Ásia para prospectar negócios.

Em seu pronunciamento, ao abrir a feira, o presidente da Agrishow, Francisco Matturro, destacou a importância dos avanços tecnológicos proporcionados pela feira ao agronegócio brasileiro ao fomentar a inovação por meio das máquinas e equipamentos nela expostos. “E agora estamos diante de mais um movimento importante de inovação, com o sistema Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF), que tem contribuído para a recuperação de áreas degradadas, nascentes e cujo último levantamento comprovou um total de 15,5 milhões de hectares em várias partes do país”, informou Matturro.