Entenda mais sobre a técnica que promete um rosto mais simétrico e jovial

Harmonização facial é uma técnica para balancear os traços do rosto através de diferentes procedimentos, afim de deixá-lo mais simétrico e jovem. Antigamente, esse resultado só poderia ser alcançado através de cirurgias ou procedimentos invasivos.
“Buscamos proporcionar o equilíbrio entre nariz, queixo e região malar, também corrigindo imperfeições e valorizando pontos positivos”, conta Fabiane Ravaneli, cirurgiã-dentista e diretora da Odonto.com.
Com o avanço da tecnologia e saúde odontológica, esses procedimentos passaram a ser simples e de fácil recuperação – quando é necessária.
Entre as principais técnicas no conjunto de harmonização facial, estão:
• Preenchimento labial: Uso do ácido hialurônico nos lábios para preencher e também reduzir o chato “bigode chinês”.
• Preenchimento do malar: É feito para contornar o rosto.
• Lifting: Implantar fios de sustentação para corrigir a flacidez.
• Microagulhamento: Tem como objetivo rejuvenescer a pele.
• Hidroxiapatita de cálcio: Alternativa de preenchimento e estimulação de colágeno.
• Lente de contato dental: Técnica para proporcionar um sorriso branco e perfeito.
• Bichectomia: Retirada de uma quantidade determinada de gordura das bochechas para afinar o rosto.
• Botox: Suaviza rugas e linhas de expressão.
• Invisalign: Aparelho corretivo invisível para os dentes.
.
• Lipo da papada: Como a lipoaspiração, para diminuir o “queixo duplo”.
“A maioria dos procedimentos não causa dor, mas depende da sensibilidade de cada um”, relata a cirurgiã-dentista. Também não há restrições de idade, mas o mais comum é que a harmonização facial seja usada para reparar os danos causados pela idade.
É imprescindível procurar um profissional reconhecido, pois, apesar de não ser invasiva, a harmonização facial afeta diretamente a sua imagem.