Governo do PR tem pauta para alavancar o turismo

1016

A ilha das Cobras, localizada na baía de Paranaguá, que soma 52 hectares de área remanescente de Mata Atlântica, ganhará novo no– será Ilha do Governador – e um novo status: passará a ser um polo turístico, privatizado, com atividades náutica.

A medida consta dos planos do governador Carlos Massa Ratinho Junior e foi revelada pelo recém-empossado da Paraná Turismo – agora vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Ambiental e Turismo -, João Jacob Mehl.

A Ilha das Cobras, como área física, pertence à União e foi recentemente transformada em parque estadual, por decreto da então governadora Cida Borgheti, com o aval do governo federal. Será também um polo de educação ambiental e pesquisa.

Entre outras novidades, está também o desejo de colocar o Paraná, a médio prazo, na rota de navios de cruzeiro, com a construção de um píer de passageiros no Porto de Paranaguá, uma antiga aspiração do segmento turístico.

Jacob Mehl anunciou, também, a intenção do governador Ratinho Junior de transformar a TV Educativa em TV Turismo, com 24 horas no ar divulgando os destinos e as atrações paranaenses.

Além disso, o Paraná passará a participar de todas as feiras nacionais e internacionais de turismo, além de adotar outras medidas para a promoção do setor.

Outra medida será a realização, imediata, de um seminário da Paraná Turismo – hoje vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Ambiental e Turismo – com todas as secretarias de estado, de forma a garantir uma ação integrada e eficiente e colocar a importância do turismo no fortalecimento econômico do estado.

O vice-governador Darci Piana, um entusiasta e apoiador da área do turismo, como presidente do Sistema Fecomércio/PR, revelou que está nos planos do governo promover o turismo nas áreas das usinas hidrelétricas, aproveitando a existência dos imóveis antes dedicados aos trabalhadores na obra como meios de hospedagem, através de concessão à inciativa privada. As concessões também abrangerão polos como Vila Velha e Quartelá, entre outros.

Ilha das Cobras será rebatizada de Ilha do Governador/foto AN-PR


Troféu Panorama, voto até 19 de março

Já está em curso – e vai até 19 de março – a etapa de votação popular em torno dos candidatos ao Top Tur/Prêmio Panorama do Turismo/Profissionais do Ano 2018. Os internautas poderão votar nos indicados à disputa em nove categorias da cadeia produtiva do setor turístico paranaense. Para tanto é preciso acessar o formulário próprio, através de banner no site panoramadoturismo.com.br, onde está a relação dos concorrentes.

Os nomes dos participantes foram homologados por uma comissão organizadora formada por representantes das principais entidades de classe do segmento. E cada internauta poderá votar apenas uma vez em cada categoria. Em 2018, a votação através do site Panorama do Turismo registrou um total de 30.880 votos.

Criada pelo Instituto Panorama do Turismo, a premiação teve o processo de identificação de candidatos e de votação desta edição número sete desenvolvido com a chancela e participação das seguintes entidades: Abav-PR, Abrasel-PR, Abeoc-PR, Abgtur, Abrajet-PR, ABIH-PR e Federação dos Convention Bureaux do Paraná.

As nove categorias são: Meios de hospedagem, Estabelecimento gastronômico, Agência de turismo receptivo, Agência de turismo emissivo, Operadora, Empresa de eventos, Espaço de eventos, Guia de turismo, Divulgação turística; na categoria Personalidade do Ano não haverá disputa, pois, soberana, a comissão organizadora decidiu antecipadamente, e por unanimidade, definir como vencedor, in memoriam, o jornalista Antonio Claret de Rezende.

Troféu Panorama do Turismo: nove categorias em disputa


‘Carnaval’ em hotel-castelo gaúcho

Para quem pretende fugir do agito do Carnaval, o Castelo Saint Andrews, hotel de luxo de Gramado, na Serra Gaúcha, e que se apresenta como “o primeiro e único Exclusive House do Brasil”, programou para o período entre 1 e 9 de março o Festival Veneziano.

O evento remete às tradições dos bailes de gala de Veneza, onde há mais de 900 anos os desfiles de máscaras e fantasias se transformaram em grandes atrações daquela famosa cidade italiana. Será na noite do dia 3, domingo de Carnaval. Além do charme da festa veneziana, o Festival também exaltará as tradições gaúchas, inclusive na gastronomia, não faltando a costela fogo de chão e até feijoada, no almoço.

Os cardápios serão harmonizados com vinhos e espumantes da Dunamis, vinícola do município de Dom Pedrito (Campanha Gaúcha), pioneira no desenvolvimento do primeiro Merlot Branco do Brasil e dona de amplo portfólio de rótulos.

Para o Festival Veneziano, o Castelo Saint Andrews, que integra o grupo GJP Hotels & Resorts, tem pacotes de quatro a oito diárias. Os detalhes estão em saintandrews.com.br.

Castelo Saint Andrews, cenário de luxo na Serra Gaúcha


No Japão, a florada das cerejeiras

A florada das cerejeiras, chamada de Hanami, que marca a primavera japonesa, ocorre em Tóquio na última semana de março e na primeira de abril; em Kyoto, Osaka, Hakone e cidades vizinhas, nos primeiros 15 dias de abril. Pelo menos, assim tem sido nos dois últimos anos.

O desabrochar da sakura, – nome dado à flor em japonês, que significa beleza feminina e simboliza o amor, a felicidade, renovação e esperança – é um espetáculo de curta duração, cerca de duas semanas, que representa o fim de um ciclo e o começo de um novo.

Para quem pretende testemunhar in loco esse espetáculo de cores que varia entre tons de rosa e branco, a Interpoint Viagens & Turismo programou um pacote de oito noites, com várias saídas do Brasil: são três pernoites em Tóquio, no Four Seasons at Marunouchi; duas em Hakone, no Hyatt Regency Hakone Resort & Spa; duas em Kyoto, no The Ritz Carlton; e uma em Osaka, também num The Ritz Carlton.

O pacote, com preços a partir de 9.720 dólares por pessoa, inclui hospedagem, café da manhã diário, passeios e traslados privativos e passagem de trem em primeira classe no trecho Hakone/Kyoto.

As cerejeiras começam a florescer a partir da região sul e vão subindo para outras partes do país entre o fim de março e o começo de abril, quando há uma elevação da temperatura. São mais de 300 espécies.

Entre as visitas previstas em Tóquio estão a praça do Palácio Imperial, o templo Meiji Jingu e o Ueno Park, construído no século XVII. Em Hakone, o famoso Buddha de Bronze de Kamura e os templos Tsurugaoka Hachinangu e Hase.

Já em Kyoto, antiga capital imperial do Japão, é possível visitar os mais deslumbrantes jardins de todo o país e templos que traduzem paz e quietude. Em Osaka, a agência indica visita ao maior Buda do mundo, que foi esculpido em madeira e está no templo Todaiji.

A florada é um espetáculo que dura cerca de duas semanas


Novo museu contempla a arte latino-americana

Um museu temático dedicado a exposições de arte de grandes mestres contemporâneos e talentos emergentes latino-americanos. Assim será o novo espaço cultural que a cidade uruguaia de Punta del Este vai ganhar, iniciativa da Fundação Pablo Atchugarry, e cujas obras devem ser iniciadas em abril no balneário de Mananciales, com previsão de entrega até 2021.

O projeto, apresentado por Atchugarry, no final de janeiro, é de autoria do arquiteto uruguaio Carlos Ott e vai possibilitar “o diálogo entre a arte e a natureza”.

O prédio, de 1.600 metros quadrados, terá salas para exposições itinerantes de pintura e escultura, além de espaços para a coleção particular do artista-diretor da instituição, composta por peças dos venezuelanos Jesús Rafael Soto e Carlos Cruz-Diez, do argentino Julio Le Parc, e dos uruguaios Joaquín Torres García, María Freire, Miguel Ángel Pareja e José Pedro Costigliolo.

Segundo explicou o artista, o museu – que tem apenas investimento privado – foi pensado como um espaço de referência que atuará como uma “ponte entre as Américas”. Terá entrada gratuita.

A Fundação Pablo Atchugarry é uma instituição sem fins lucrativos, obra do escultor Pablo Atchugarry, inaugurada em 2007, e que realiza a Bienal Nacional de Jovens Artistas.

Projeto do museu garante integração com a natureza