Goura Nataraj: apelos de novos tempos; Cláudia Silvano: muito acatada e ouvida

Não se pense que as articulações políticas em Curitiba cessaram com as eleições de outubro/novembro.

Pelo contrário: com discrição, mas de forma consistente, jovens universitários, alguns campeões das redes sociais e gente de múltiplas áreas artístico-culturais começam a “cranear” dois nomes por eles considerados “imbatíveis” para concorrer em 2020 à Prefeitura da Capital.

Legenda que os abrigaria? Por ora, isso seria não importante. “Afinal, o novo presidente não se elegeu sem dinheiro e com um partido que quase não existia?”, pergunta um defensor da dupla ouvido pelo blog/coluna.

DUPLA DINÂMICA

Trata-se de uma dupla com alto poder de fogo: a diretora do Procon, a midiática advogada Cláudia Silvano – de competência comprovada na função – e o vereador, agora eleito deputado estadual, Goura Nataraj, um tipo raro, empenhado em valores de grande repercussão, como mobilidade urbana, meditação transcendental, Filosofia e bem-estar do cidadão das grandes cidades.

GENTE RENOVADORA

O grupo pensante dessa articulação que ainda se dá em mesas de bares e restaurantes populares da moda, coloca os dois nomes como dotados de “enorme capilaridade, capazes de crescer ao infinito”, como admite um dos articuladores.

PREFEITA? PODE SER

Por ora, as articulações admitem ora Cláudia como candidata a prefeita, ora como vice de Nataraj.

Para ser ter ideia do calibre de Cláudia e Goura é bom lembrar: a diretora do Procon tem quase dois milhões de visualizações no Google e redes, e ninguém como ela – dentre as autoridades de Curitiba – é tão solicitada pela mídia em geral.

FILÓSOFO E BUDISTA

Sobre o novo deputado, Goura Nataraj: basta lembrar que esse jovem político foi o único vereador de Curitiba a se eleger para a Assembleia.

Já o líder do prefeito Rafael Waldomiro Greca de Macedo na Câmara não se elegeu, apesar de todo o empenho feito pelo alcaide e seus associados. E apesar também de ser um bem equipado vereador.

Na verdade, Goura, dono de Mestrado em Filosofia, alguém profundamente inserido em religiões orientais (budismo e bramanismo), é a própria imagem dos novos tempos gestados pelas novas mídias.

Ele está acostumado a “comer pelas bordas”, em defesa de suas teses, bem aceitas por públicos de todas as idades.

VELHA POLÍTICA

O grande mote de uma possível campanha pode partir, por exemplo, de realidades como as que levaram Bolsonaro à Presidência (sem os cacoetes dele, claro). Apostar no “impossível” de hoje é a marca dos articuladores da dupla.

O mais consistente apelo da dupla Cláudia/Goura é que eles representam a renovação ampla e irrestrita, um “adeus à velha política”.


Ratinho Jr anuncia novo presidente dos portos

Luiz Fernando Garcia da Silva, novo presidente dos portos de Paranaguá e Antonina

Luiz Fernando Garcia da Silva será o presidente da Administração Portuária dos Portos de Paraná e Antonina (APPA) no próximo governo. Profissional com atuação nas esferas da administração pública e no planejamento dos projetos portuários, é graduado em Economia pela Universidade Federal do Paraná, tem especialização em gestão de empresas e teve o seu nome anunciado nesta quinta (13/12) pelo governador eleito Carlos Massa Ratinho Junior.

Atual Diretor-Presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP), Luiz Fernando já foi assessor especial do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, coordenador do Grupo de Trabalho, que estudou a solução para o problema da dragagem do Porto de Santos/SP e integrou o grupo de trabalho para a desburocratização e simplificação da legislação portuária.

NOME CONCEITUADO

O governador eleito destacou a importância de um profissional com a formação e a qualidade técnica de Luiz Fernando na gestão da APPA: “O Luiz Fernando é hoje um dos nomes mais conceituados e um dos profissionais com maior conhecimento na área portuário brasileira. Com a sua vinda, podemos implementar o programa de inovação que planejamos para os portos do Paraná”, disse Ratinho Junior.

O novo presidente da APPA pretende pautar sua gestão no aumento da participação dos portos na logística brasileira, aumentando sua competividade e diminuindo os custos para os produtores. “Estou honrado com o convite e a oportunidade que o governador Ratinho Junior me deu. Desde a nossa primeira conversa, ele demonstrou toda sua visão moderna de gestão e que seguiremos nos portos de Paraná e Antonina”, disse o novo presidente.


Paraná é o quinto que mais quer saber do “Sugar Daddy”

O interesse pelo termo Sugar Daddy no buscador Google cresceu nos últimos doze meses ao redor do Brasil. Os estados do Amazonas, Distrito Federal, Rio de Janeiro e Paraíba são algumas das regiões que mais fizeram pesquisas por “Sugar Daddy” em 2018 — Sugar Daddy (papai de açúcar na tradução literal), é uma expressão de origem americana, que representa a figura do homem mais velho que banca financeiramente suas companheiras(os) mais jovens. A palavra se tornou popular por intermédio de sites de relacionamento como Universo Sugar, que conquistou público em várias cidades do Brasil.

O Estado do Paraná é a quinta região mais interessada no termo. Seguido de Pará, Rio Grande do Norte, São Paulo e Goiás. Por último, o Estado de Santa Catarina.


Fizeram as pazes: “pax et bono”

Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann

Depois de xingamentos mútuos, o impulsivo deputado federal Eduardo Bolsonaro, e a recém-eleita deputada Joice Hasselmann estão fumando o cachimbo da paz. Talvez, pretensiosamente, “em nome da governabilidade”.

A bem da verdade, os dois são estopins curtíssimos.

Resta saber quanto tempo durará esse cachimbo da paz.


Hauly, chorando, se despede da Câmara

Luiz Carlos Hauly e Chico Alencar

Luiz Carlos Hauly foi dos deputados chorões que se despediram da Câmara, com discursos, na tarde de quarta, 12. Depois de 30 anos na Casa, onde exerceu papel importante com expert em temas tributários.

Hauly rodou nas urnas de outubro. Nos últimos dias, passou rodando pelo Congresso buscando aprovar a reforma tributária, seu projeto “mais relevante”, em comissões da Casa. Conseguiu na véspera da despedida.

Chorou bastante na despedida.

Outro chorão foi Chico Alencar, fundador do PSOL/RJ, decano dos oposicionistas, 15 anos de Câmara.

Pelas palmas prolongadas que recebeu do plenário, deve ter feito muitos amigos.


Vão a hasta pública bens da “Bezerra de Menezes”

Campus da Bezerra de Menezes

Não vive bons momentos uma instituição educacional que já teve papel relevante no ensino superior do Paraná, a Fundação de Educação Cultura Espírita do Paraná e Santa Catarina, mantenedora das Faculdades Bezerra de Menezes, de Curitiba. Hoje sob intervenção judicial, aquela fundação terá parte de equipamentos – como herbário, equipamentos musicais e laboratório de química, histologia e patologia – posto em leilão marcado para 7 de fevereiro. Valor dos bens a serem leiloados: R$ 281.604,00.

Um dos fundadores da faculdade foi o coronel do exército e educador professor Ulisséia (in memoriam).

MEDICINA E CIRURGIA

Também na mesma data e com o mesmo leiloeiro, irão a leilão terrenos em que se localiza o Instituto de Medicina e Cirurgia do Paraná, um dos mais antigos hospitais de Curitiba. Lances a partir de R$ 1.700.000,00.

Um dos fundadores da faculdade foi o coronel do exército e educador professor Ulisséia (in memoriam).


João Arruda acordou: “É preciso melhorar imagem do MDB”

João Arruda: o despertar tardio

Ao se despedir da Câmara dos Deputados, João Arruda, sobrinho de Roberto Requião de Mello e Silva – na verdade um dos bons quadros que ainda resistem no partido no Paraná – lançou um alerta, falando à bancada de seu partido em Brasília: “Precisamos com urgência pensar em alternativas para melhorar a imagem da legenda”.

FUTURO INCERTO

Arruda disse ainda prever “dias terribilis” para o seu MDB, que só mudou, nos últimos anos, por ter voltado ao velho nome. Mas não provou ter deixado para trás as marcas de um partido de grandes acertos – nem sempre defensáveis – em torno do poder e do erário.

O MDB é na verdade o nosso “PRI”, aquele partido que por 70 anos dominou o México, sendo o escoadouro de toda sorte de desmandos públicos.

 

 


Grande encontro da FIEP com almoço e coral

Presépio, símbolo de Natal

O presidente da FIEP, Edson Campagnolo, presidiu nesta quinta, um almoço gigantesco, reunindo centenas de funcionários do Sistema Federação da Indústrias do Paraná, num restaurante de Santa Felicidade. Festa de Natal, com mensagem cristã e cantos do coral de ótima performance que a FIEP mantém, composto de funcionários.


HISTÓRIAS DE VIDA

Como São Nicolau passou a ser associado à figura do Papai Noel

Papai Noel/São Nicolau (Ícone russo)

Conheça a história deste defensor da justiça, que impediu a execução de três jovens e virou padroeiro das crianças

Redação da Aleteia / ACI Digital | Dez 06, 2018

“Seria um pecado não repartir muito, sendo que Deus nos dá tanto”, costumava dizer São Nicolau, padroeiro das crianças, das moças solteiras, dos marinheiros, dos viajantes e da Rússia, Grécia e Turquia.

Um azeite milagroso brota de seus restos, que serviu para a cura dos doentes. Sua festa se celebra em 6 de dezembro.

Por se tratar de um santo dos primeiros séculos, pouco se sabe com exatidão a respeito dele, salvo que nasceu na Licia (atual a Turquia), em uma família muito rica. Tinha um tio Bispo que o ordenou sacerdote.

MORTE DOS PAIS

Seus pais morreram ajudando os doentes de uma epidemia e deixaram uma fortuna para Nicolau. Entretanto, o jovem decidiu reparti-la entre os pobres e tornar-se monge. Mais tarde, peregrinou ao Egito e à Palestina, onde conheceu a Terra Santa.

Ao retornar, chegou à cidade de Mira, na Turquia, onde os bispos e sacerdotes discutiam no templo sobre quem devia ser eleito novo Bispo da cidade. Ao final, decidiram que seria o próximo sacerdote que ingressasse no recinto. Nesse momento, São Nicolau entrou e foi eleito Prelado por aclamação de todos.

Mas, teve início uma perseguição promovida pelo imperador Diocleciano contra os cristãos e ele foi preso, sendo libertado apenas quando o imperador Constantino subiu ao trono.

HERESIA ARIANA

“Graças aos ensinamentos de Nicolau, a metrópole de Mira foi a única que não se contaminou com a heresia ariana, a qual rechaçou firmemente, como se fosse um veneno mortal”, dizia São Metódio. O arianismo negava a divindade de Jesus Cristo. Dessa forma, São Nicolau combateu incansavelmente o paganismo.

Defensor da justiça, salvou três jovens de ser executados, vítimas de um suborno do governador Eustácio, que logo se arrependeu ao ser repreendido por São Nicolau.

Três oficiais foram testemunhas destes fatos e, posteriormente, quando estavam em perigo de morte, rezaram a São Nicolau. O santo apareceu em sonhos a Constantino e lhe ordenou que os libertasse porque eram inocentes.

DOS MARINHEIROS

Após os soldados dizerem ao imperador que tinham invocado São Nicolau, ele os libertou, com uma carta ao Bispo, em que lhe pedia que rezasse pela paz no mundo.

O santo é patrono dos marinheiros porque, em meio a uma tempestade, alguns marinheiros começaram a clamar: “Oh Deus, pelas orações de nosso bom Bispo Nicolau, nos salve”. Nesse momento, conta-se, apareceu São Nicolau sobre o navio, abençoou o mar e este se acalmou. Em seguida, o Bispo desapareceu.

Segundo o costume do Oriente, os marinheiros do mar Egeu e do Jônico têm uma “estrela de São Nicolau” e desejam boa viagem dizendo: “Que São Nicolau leve seu leme”.

BARRIL DE SAL

Narra-se também que três meninos foram assassinados e jogados em um barril de sal. Mas, pela oração de São Nicolau, os infantes voltaram para a vida. Por isso, é padroeiro das crianças e costuma ser representado com três pequenos ao seu lado.

Outra lenda narra que na Diocese de Mira havia um vizinho em extrema pobreza que decidiu expor suas três filhas virgens à prostituição para que todos eles pudessem sobreviver.

São Nicolau, procurando evitar que isto acontecesse e na escuridão da noite, jogou pela chaminé da casa daquele homem uma bolsa com moedas de ouro. Com o dinheiro, a filha mais velha se casou.

Quis o santo fazer o mesmo em benefício das outras duas, mas na segunda ocasião, depois de atirar a bolsa sobre a parede do pátio da casa, acabou sendo descoberto pelo pai das jovens, que lhe agradeceu por sua caridade.

EM CONSTANTINOPLA

São Nicolau partiu para a Casa do Pai em 6 de dezembro, mas não sabe com exatidão se foi no ano 345 ou 352. Mais tarde, sua devoção aumentou e foram reportados inúmeros milagres.

No século VI, o imperador Justiniano construiu uma Igreja em Constantinopla (hoje Istambul) em sua honra e o santo se tornou popular em todo o mundo.

São Nicolau é patrono da Rússia, Grécia e Turquia. Além disso, é honrado em cidades da Itália, Holanda, Suíça, Alemanha, Áustria e Bélgica.

Em 1087 seus ossos foram resgatados de Mira, que já estava sob domínio dos muçulmanos, e levados para Bari, na costa da Itália. Por isso, é chamado São Nicolau de Mira ou São Nicolau de Bari. Suas relíquias repousam na Igreja de “San Nicola de Bari”, na Itália.

MANNA DI S.NICOLA

De seus restos mortais brota um azeite conhecido como o “Manna di S. Nicola”. Em Mira, dizia-se que “o venerável corpo do bispo, embalsamado no azeite da virtude, suava uma suave mirra que lhe preservava da corrupção e curava os doentes, para glória daquele que tinha glorificado Jesus Cristo, nosso verdadeiro Deus”.

Sua figura bondosa e caridosa passou a ser associada em muitos lugares a figura do Papai Noel nos países latinos, que traz presentes para as crianças na Noite de Natal. Na Alemanha, é Nikolaus, e nos países anglo-saxões, Santa Claus. Neste período, este simbolismo deve remeter a São Nicolau e, assim, recordar a todos do amor e caridade para com as crianças e os mais pobres, além da alegria de servir a Deus.


Paraná Competitivo incentiva projeto de R$ 75 milhões em Araucária

A empresa GPC Química vai aplicar os recursos na instalação de uma nova planta produtora para atender as demandas do mercado interno. A ampliação deve gerar 40 empregos diretos e 152 indiretos.

GPC Química em Araucária

A empresa GPC Química, sediada em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, deve iniciar um projeto de expansão de sua unidade de resinas termofixas e formol para painéis de madeira, com investimento de R$ 75 milhões. O projeto tem o apoio do Governo do Estado, por meio do Paraná Competitivo.

O protocolo de intenções foi assinado na última terça-feira (11) pela governadora Cida Borghetti. “Este protocolo representa a contribuição do Estado para a geração de novas oportunidades de trabalho em um segmento industrial muito importante, que atende uma grande cadeia produtiva”, destacou a governadora. A empresa prevê instalar uma nova planta para atender as demandas do mercado interno. A ampliação deve gerar 40 empregos diretos e 152 indiretos.

R$ 46 BI EM INVESTIMENTOS

O Programa Paraná Competitivo é um dos principais atrativos para investimentos do Paraná e foi criado com objetivo de tornar o Estado mais atrativo para novos empreendimentos produtivos que gerem emprego, renda, riqueza e desenvolvimento sustentável.

Até o momento o programa já atraiu cerca de R$ 46 bilhões em investimentos para o Estado, incentivando a criação de aproximadamente 440 mil empregos diretos e indiretos em 223 projetos empresariais realizados entre 2011 e 2018. “O Paraná Competitivo é um programa marcado pela grande contribuição ao desenvolvimento econômico estadual”, afirma a governadora Cida Borghetti.