O governo federal investiu R$ 77.591.887 para uma série de melhorias no Estado do Pará, governado pela petista Ana Júlia Carepa.

O governo federal investiu R$ 77.591.887 para uma série de melhorias no Estado do Pará, governado pela petista Ana Júlia Carepa, em decorrência da realização do Fórum Social Mundial –que ocorrerá entre os dias 27 a 1º de fevereiro. Mas o ministro Luiz Dulci (Secretaria Geral) negou que Ana Júlia tenha sido privilegiada no repasse de recursos.

"Esses investimentos ficarão no Estado e na capital [Belém]", afirmou o ministro. "São investimentos em segurança, educação, saúde e turismo."

Segundo ele, os recursos serão aplicados em programas de saúde bucal, reaparelhamento da polícia, recuperação do setor de perícia policial e capacitação de voluntários. Os homens da Força Nacional de Segurança também atuarão nos dias do evento.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os presidentes Hugo Chávez (Venezuela), Evo Morales (Bolívia), Rafael Correa (Equador) e Fernando Lugo (Paraguai) comparecerão ao fórum. Lula vai debater os mecanismos adotados pela América Latina para conter os impactos da crise financeira internacional.

Lula discutirá a crise financeira sem a presença de ministros da área econômica, como Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento) e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. No entanto, outros 13 ministros estarão presentes para discutir questões relativas a direitos sociais, humanos e ambientais.

Dulci afirmou que o fórum de Belém é o oitavo evento desta ordem realizado desde 2001. O fórum foi criado como um contraponto ao Fórum de Davos –quando são debatidos os temas de economia internacional. O objetivo do evento social é discutir assuntos, que na avaliação dos organizadores, são esquecidos no fórum de Davos.

O ministro disse que o presidente Lula participou de todos os eventos realizados no país porque uma "afinidade natural" entre os temas debatidos no fórum e o que é defendido pelo governo federal. "O governo federal tem grande afinidade e interesse pela imensa maioria dos temas discutidos no fórum", afirmou Dulci.