Os reservas do Athletico conseguiram um bom resultado na noite de sábado (20) pelo Campeonato Brasileiro. Após eliminar o Flamengo e avançar às semifinais da Copa do Brasil, o time paranaense poupou os principais jogadores na visita ao CSA neste sábado no estádio Rei Pelé, em Maceió, e venceu por 4 a 0 o confronto válido pela 11ª rodada. Madson, Thonny Anderson, Léo Cittadini e Braian Romero anotaram os gols do triunfo.
De olho no jogo contra o Boca Juniors na quarta-feira (24), pelo confronto de ida das oitavas de final Libertadores, o técnico Tiago Nunes mandou a campo um time completamente reserva neste sábado. A única exceção foi o volante Wellington, que está suspenso na competição continental. Isso, no entanto, não foi problema para a equipe construir o resultado. Diante de um frágil CSA, que só venceu uma vez na competição até aqui, o Furacão se impôs e conseguiu o primeiro triunfo fora de casa no Brasileirão.
Com o resultado, o Athletico chega a 16 pontos e sobe para a sexta posição. Já o CSA, com seis, é o penúltimo – a equipe ainda pode ser ultrapassada pelo Avaí, que joga contra o Santos na sequência da rodada.
O próximo compromisso do Athletico no Brasileirão é contra o Cruzeiro, no sábado (27), em Belo Horizonte, pela 12ª rodada. Três dias depois, o CSA recebe o Grêmio.
A partida parecia se encaminhar para um empate sem gols no primeiro tempo, mas o Athletico abriu o placar perto do intervalo. Aos 40 minutos, Vitinho recebeu na esquerda e conseguiu cruzamento preciso para Madson, que cabeceou firme para mandar no ângulo de Jordi.
Antes do gol, as duas equipes já tinham criado boas chances, mas esbarraram em defesas dos goleiros. A melhor chance do CSA aconteceu logo no começo, aos 13 minutos, quando Ronaldo Alves conseguiu testar firme para o gol, mas parou em Caio. Pouco depois, foi a vez do Athletico assustar. Thonny Anderson aproveitou uma bola sobrada e bateu no canto para a defesa de Jordi. No rebote, o goleiro do CSA brilhou de novo ao defender a finalização de Vitinho.
Após abrir vantagem, o Athletico encaminhou a vitória na volta para o segundo tempo. Aos 14 minutos, Thonny Anderson aproveitou cruzamento de Abner da esquerda e conseguiu um desvio sutil, mas o suficiente para superar Jordi. O goleiro ficou sem reação e só viu a bola morrer no fundo do gol.
O lance demorou a ser validado pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que ficou em contato com o árbitro de vídeo. O VAR, no entanto, não viu irregularidade e confirmou o 2 a 0.
O Athletico aumentou ainda mais a vantagem perto do fim do confronto. Aos 40 minutos, Léo Cittadini puxou contra-ataque depois de bola rebatida na defesa, avançou em velocidade e anotou o terceiro do time visitante. A essa altura, o CSA já não esboçava reação e via o Furacão dominar as ações no Rei Pelé.
A goleada foi consolidada já nos acréscimos, com Braian Romero. Abner cruzou novamente da esquerda e viu o argentino aparecer livre para completar de cabeça e fechar o placar: 4 a 0.

Foto: reprodução site Athletico