Tratamento busca a cura e não somente o alívio dos sintomas, e passa pelo
 mapa astral e memórias áurica, espiritual e do DNA da pessoa

As essências de plantas e flores são utilizadas há séculos para a cura de doenças emocionais, espirituais e físicas, entre os egípcios, africanos, chineses e aborígenes australianos. E hoje em dia é possível encontrar um tipo de floral para cada enfermidade. A alquimia vem se destacando atualmente entre os vários sistemas de florais que se desenvolvem pelo mundo. Considerados os mais eficientes, os florais alquímicos trabalham o desequilíbrio da mente, do corpo e do espírito com os elementos terra, ar e água. O processo de criação e produção das plantas e flores acontece desde o plantio até o trabalho em laboratório. O plantio é feito em forma de mandalas e tudo em seu tempo correto. A produção também requer uma série de detalhes e os cuidados artesanais fazem com que os florais tenham uma ação diferenciada, transformando a planta física em líquida.

“A alquimia é um conceito que se perdeu com o passar dos anos e virou algo oculto porque os alquimistas foram perseguidos no passado. Mas a alquimia sempre buscou a cura. Usa-se o conhecimento da natureza para a cura integral do ser”, ensina o alquimista Leonardo Bório, sócio-proprietário do Espaço holístico Assisi, em Curitiba.  Segundo ele, a diferença básica dos alquímicos para os demais florais está no combate da causa do problema seja emocional, físico ou espiritual e não apenas nos sintomas, como acontece com os outros. Para curar a ansiedade, por exemplo, o floral alquímico trabalha primeiro com informações sobre a origem e a causa do problema. “Alquimia trabalha com cura e bem-estar e não simplesmente em eliminar o sintoma”, reforça o alquimista.

Um tratamento aprofundado com florais alquímicos astrológicos passa primeiro pelo Mapa Astral da pessoa. O mapa astral utilizado é baseado na astrologia antiga dos antigos povos caldeu e sumério e, segundo Bório, dá um “bom” entendimento da missão da pessoa nessa vida. A alquimia atua ainda na memória áurica (as experiências que teve na vida) e nas memórias do DNA e espiritual. Doenças físicas graves podem ser tratadas com florais alquímicos. Bório explica que o tratamento faz uma limpeza na pessoa, mas ela precisa estar disposta a mudar de vida, inclusive deixar culpas, mágoas e rancores, para atingir a cura. O mesmo acontece com as doenças emocionais, como a ansiedade e a depressão.

O alquimista ressalta ainda que não é preciso estar doente para tomar os florais alquímicos astrológicos. Uma pessoa que queira tomar uma nova direção na vida pode fazer também um tratamento mais aprofundado com esta terapia. “O floral é uma parte da alquimia e abre nossos olhos, traz consciência, e o entendimento de seu processo pessoal”, explica Bório.

No Espaço holístico Assisi, há florais alquímicos que podem ser adquiridos diretamente na loja. Mas existem florais que só podem ser tomados com a orientação do alquimista. O Espaço Assisi funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, e aos sábados, da 9 às 13 horas, na Av. Manoel Ribas, 228, bairro São Francisco, Curitiba. Estacionamento no local. Telefones 41 3057-3399 e WhatsApp 41 99136-3399. Site: www.espacoassisi.com  E-mail: contato@espacoassisi.com