O Palmeiras definiu um nome prioritário para assumir o comando do time. Luiz Felipe Scolari, de 69 anos, é o objetivo da diretoria neste momento. O técnico está sem clube desde a saída do Guangzhou Evergrande, da China, no fim do ano passado, e agrada a cúpula palmeirense pelo perfil experiente, pelo currículo vencedor na equipe e pelo conhecimento sobre os bastidores do time.

Após demitir Roger Machado, na madrugada desta quinta-feira, a diretoria definiu que pretende contar com um treinador mais experiente e encontrou em Scolari a opção ideal. Bicampeão da Copa do Brasil e campeão da Copa Libertadores pelo clube, o treinador está em Portugal, onde cuida de assuntos pessoais e avalia novas oportunidades na carreira.

O técnico recusou recentemente uma proposta da seleção do Egito e recebeu uma sondagem da seleção sul-coreana. O Palmeiras ainda não falou diretamente com o treinador, mas procurou representantes dele que estão no Brasil para iniciar as tratativas. A diretoria tem pressa para definir a pendência o quanto antes, para ter o novo comandante à disposição em breve.

Por enquanto o Palmeiras será comandado interinamente por Wesley Carvalho, técnico do sub-20 do clube. A diretoria também avaliou os nomes de Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo para possíveis investidas, porém no momento prioriza o contato com Felipão.