Fator militar

321

As últimas manifestações do presidente Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desagradaram a ministros do Palácio do Planalto e à ala militar do Governo de Jair Bolsonaro. O democrata deixou claro que seu apoio ao Planalto não é incondicional ao afirmar que o Governo precisa melhorar sua capacidade de cobrar celeridade no envio da proposta da Reforma da Previdência de integrantes das Forças Armadas – cujo texto é aguardado pelo Congresso. Como notório, a aposentadoria diferenciada para militares também contribui para distorções nas contas públicas. A conferir se haverá mudanças fortes, ou só alívio.

 

Ecos

 

Para integrantes do Governo, Maia ecoou críticas da oposição, que chegou a protocolar requerimentos na presidência da Câmara propondo a suspensão da tramitação.

 

Te cuida, Moro

 

Tem gente no Congresso Nacional preparando canhão de projetos contra a lei que permitirá a prisão após condenação em segunda instância, do pacote de Sérgio Moro.

 

Do boletim

 

A volta da Educação Moral & Cívica para a grade curricular do ensino básico virou uma questão de honra para o ministro da Educação, Vélez Rodriguez. E para Bolsonaro.

 

Mistério

 

A presença do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no fim de semana na Flórida, convidado para evento dos republicanos, e também a de Donald Trump em seu clube Mar-a-Lago, em West Palm Beach, suscitaram comentários, na alta rodinha no Brasil, de que o federal e o presidente americano tiveram um prolongado e sigiloso jantar no sábado. A assessoria do deputado nega.

Muro

 

Em breve palestra para um grupo de mulheres republicanas, Eduardo Bolsonaro falou de sua experiência como agente da PF na fronteira do Brasil com a Bolívia, e disse que “os brasileiros apoiam” o muro de Trump na fronteira com o México.

 

Encarando

 

De tanto falarem em ‘Queiroz laranja’, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) resolveu encarar o disse-me-disse e topou a ideia de grupo de candidatas do PSL: lançaram a campanha “Nem laranja, Nem vermelho, Somos Verde e Amarelo”.

 

Mourão

 

O vice Hamilton Mourão não participaria ontem da reunião no Grupo de Lima, sobre a Venezuela. Só os grupos diplomáticos têm deliberado. Mas como serviu de adido militar em Caracas anos atrás, o vice acompanhou a força-tarefa.

 

Toga no cabide

 

Os deputados General Peternelli (PSL-SP) e Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) apresentarão Emenda para instituir a aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal por tempo de serviço, encerrando a vitaliciedade.

 

Justiça

 

Os Krenyê voltarão para casa, e com escritura. O presidente da Funai, Franklimberg de Freitas, entrega amanhã o documento de posse da Fazenda Vão Chapéu, de 8 mil hectares, no município de Tuntum (MA). Desde que foram expulsos por grileiros em 2010 da Terra Indígena Rodeador, mais de 100 da etnia viviam em Barra do Corda.

 

Caindo de Maduro

 

Nicolás Maduro tem dois problemas além do (des)governo da Venezuela: até ontem à noite, não havia país hermano disposto a oferecer asilo. E, pior, não há imunidade para crimes cometidos pela sua milícia oficial, pelos quais pode ser processado.

 

Cavalcanti em livro

 

O publicitário Flávio Cavalcanti Jr, seu filho, escreve a biografia de Flávio Cavalcanti, o apresentador dos memoráveis programas ‘Um Instante Maestro’, ‘A Grande Chance           e de outros sucessos na televisão nos anos 50 a 86, quando ele morreu, aos 63 anos.

 

ESPLANADEIRA

. O escritório Andrade Silva Advogados, que atua há quase 20 anos com direito corporativo, acaba de se mudar para o Edifício ÍON, em Brasília,