Cinco horas depois de deixar a cela na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) divulgou, na noite da sexta-feira (8), uma mensagem nas redes sociais dizendo-se “livre para ajudar a libertar o Brasil desta loucura que está acontecendo no nosso país”.
“É preciso cuidar da educação, do emprego, do salário, da cultura, cuidar do prazer e da alegria”.
Vestindo camiseta de malha, Lula se descreveu como “um senhor muito jovem”.
“Tenho 74 anos do ponto de vista biológico. Mas 30 anos de energia e 20 de tesão”, brincou.
A soltura do ex-presidente ocorreu um dia após o Supremo Tribunal Federal ter decidido, por 6 votos a 5, que um condenado só pode ser preso após o trânsito em julgado (o fim dos recursos), Isso alterou a jurisprudência que, desde 2016, tem permitido a prisão logo após a condenação em segunda instância.