Recentemente presenciamos um crime que chocou a todos, que foi o assassinato a sangue frio de uma jovem por um Policial Civil.

Mais chocante ainda por ter sido o crime filmado e as cenas terem sido vistas por todos, pois na grande maioria dos casos se ouve falar dos crimes que ocorrem em nossa cidade ou em qualquer lugar de nosso país ou até mesmo no mundo, mas ouvir falar não nos afeta tanto como presenciarmos, mesmo que através de vídeo um ato de violência tão covarde, pois o mesmo atirou contra uma jovem indefesa e que se encontrava algemada.

E ao se constatar que o autor de um crime tão bárbaro era um policial civil, o choque e a repulsa foi ainda maior.

Toda a população tem na imagem do policial, seja ele civil, militar ou federal como um defensor da sociedade e que o mesmo ao entrar para a sua corporação se comprometeu em auxiliar as pessoas e fazer tudo que estiver ao seu alcance para defendê-las e protegê-las.

Assim, não podemos admitir tal comportamento e com certeza a Policia Civil do Paraná irá fazer com que o autor dessa barbárie, caso venha a sobreviver, já que após matar a namorada o mesmo deu um tiro na própria cabeça, seja devidamente responsabilizado e expulso da corporação, além de responder na justiça pelo crime.

Por isso é fundamental que os governos invistam não só no aumento do efetivo e na aquisição de viaturas, equipamentos e armamentos modernos, mas sim, invista no Ser Humano que ao entrar para a carreira policial também recebe uma arma e dela fará uso para defender a sociedade.

Hoje em quase sua totalidade os policiais só são avaliados quando estão prestando o concurso para as suas instituições, mas depois de formados, a grande maioria só vem a ter acesso a algum tipo de acompanhamento psicológico, após entraram em confronto armado ou os que estão com problemas psicológicos muito sérios.

E essa falta de acompanhamento não é um fato recente, mas muito antigo, porém, quem sabe, um crime tão violento como esse não seja o ponto de partida para uma reavaliação dos investimentos, pois tenho certeza que os policiais que hoje estão nas ruas defendendo nossa sociedade, são todos merecedores de nosso respeito e não devemos julgá-los ou compará-los com o autor desse crime tão repulsivo, mas sim cobrarmos do governo um melhor tratamento e acompanhamento, pois quanto melhores preparados estiverem, com certeza o maior beneficiado será a sociedade como um todo