Secretária do Meio Ambiente, Marilza do Carmo Oliveira Dias

A prefeitura de Curitiba está autorizando, através do serviço 156, o enterro de animais mortos no fundo de quintais ou em terrenos baldios.

Mas isso é crime.

O dono de um cachorro da raça Golden Retriever ligou para o serviço na última segunda-feira (15) e foi informado que, desde o início da atual administração, em janeiro, o recolhimento e o descarte de animais mortos está suspenso.

SÓ CASOS GRAVES

Indagada sobre a medida, a atendente do 156 disse que o caminhão de coleta, o mesmo utilizado antes para retirar cães sem dono das ruas (chamado de “carrocinha”) é destinado agora apenas para os casos de morte de animais por suspeita de raiva, leishmaniose ou leptospirose; e recomendou o enterro em quintais ou em terrenos baldios que, segundo ela, estaria autorizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, comandada por Marilza do Carmo Oliveira Dias.

PRISÃO DE ATÉ QUATRO ANOS

O pedido de recolhimento foi protocolado sob o número 12010452. A recomendação da prefeitura pode levar o dono do cão a incorrer em crime previsto no artigo 54 da Lei Ambiental, que prevê prisão de um a quatro anos e multa que varia de R$ 500,00 a R$ 13.000,00, dependendo do peso ou da quantidade animais enterrados.

CONTAMINAÇÃO DO SOLO

Quando a orientação parte de um serviço municipal criado para a atender e orientar a população é ainda mais grave. De acordo com o Instituto de Geociência da USP, 60% dos animais mortos são enterrados pelos donos, 7% são colocados em sacos de lixo na calçada ou em caçambas; 20% são jogados na rua e apenas 13% são entregues a uma clínica veterinária para a destinação correta.

MUITAS BACTÉRIAS

O Centro de Controle de Zoonoses de Maringá, cidade do Noroeste do Paraná, alerta que o corpo de um animal enterrado inadequadamente, no fundo de casa ou em terreno abandonado, produz necrochorume, quando em decomposição. O líquido é rico em bactérias, salmonela e duas substâncias tóxicas, putrescina e cadaverina, para os quais não existe antídoto. Essas substâncias contaminam o solo e o lençol freático.

O fato de a atual a administração de Curitiba decidir suspender o serviço e promover ato ilícito através de um serviço de informações e serviços é por si só alarmante.

DESCASO

Até o ano passado, o recolhimento de animais mortos era feito gratuitamente pela prefeitura de Curitiba. A coleta era agendada e os corpos levados para o forno da Cavo (empresa responsável peal coleta de lixo), onde eram cremados. Os animais eram recolhidos apenas em residência e não atendiam clínicas veterinárias, que cobram pelo serviço. A suspensão do serviço mostra o descaso do prefeito e Prefeitura para com a população. Lamentável.


DESCUBRA SUA IDENTIDADE, COM A “COACH” MARCELA JUNG

Marcela: fundamentos em Neurologia

Com base nas ferramentas de coaching, em fundamentos da neurologia e em modelos mentais, a Life Coach Marcela Jung e o Business & Executive Coach Frank Honjo, ministram em Novembro o workshop RG: descubra sua identidade, em que mostram como padrões de comportamento e a atenção direcionada influenciam nossas tomadas de decisões e como direcionam nossas ações e resultados desejados.

COM METÁFORAS E EXERCÍCIOS

O workshop traduz, através de metáforas e exercícios a compreensão da essência de cada um e da forma mais fluida para manifestar seus desejos e paixões de forma objetiva. O programa começa no dia 24 de novembro e vai até o dia 26.

DURA 23 HORAS

É um curso de imersão que dura na sexta das 19 as 22 horas e no sábado e domingo das 8 as 18 horas. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail contactar.rg@gmail.com ou pelo whats. Investimento= R$ 550,00 em até 3X – carga horaria: 23 horas.


TEMER SE COMPARA A TITE E ‘EMPURRA’ FELIPÃO PARA DILMA

Luiz Felipe Scolari, Felipão: processo; Técnico Tite: nova ‘qualidade’

Vem aí campanha agressiva do governo nas redes sociais em que o presidente Michel Temer é chamado de ‘Tite da política’ e Felipão, técnico pentacampeão de 2002, é ‘rebaixado’ à categoria Dilma. A intenção é óbvia. Felipão comandou a seleção brasileira, no vergonhoso 7 a 1 para a Alemanha em pleno Mineirão na Copa de 2014. Tite é o herói do momento. Classificou a equipe do Brasil, por antecipação, quando o selecionado capengava nas eliminatórias sob o a direção ou a falta de direção de Dunga.

Felipão já mandou avisar a quem interessar possa: se Temer arranhar sua imagem ele o processa. Tite ainda não deu pelota.


ASSOCIAÇÃO DE CARTORÁRIOS CONDENA “TREM” DE TEMER

O presidente da Associação dos Titulares de Cartórios do Paraná (ATC-PR), José Eduardo de Moraes, afirma que a entidade vai ingressar com ação do Supremo Tribunal Federal (STF), a partir da próxima semana, para “derrubar o trem da alegria”. ATC-PR alega que a nova lei contraria a Constituição federal: “O projeto é manifestamente inconstitucional porque a Constituição prevê que deve haver concurso de provas e títulos para o ingresso e para a remoção na titularidade dos cartórios (artigo 236)”.

RELAÇÕES ESPÚRIAS

A ATC-PR já havia criticado o projeto de lei: “Fundamentalmente, perpetua relações espúrias, apadrinhamento e a hereditariedade nos cartórios em confronto com a Constituição. Se não bastasse, o art. 3o. do referido projeto [artigo que foi vetado] confere eficácia retroativa, para alcançar inclusive aqueles que já perderam seus cartórios e foram substituídos por novos concursados, gerando insegurança jurídica e grave injustiça”.

SÓ INSTABILIDADES

Na justificativa do veto parcial, Temer destacou que esse dispositivo, se aplicado, “implicaria a criação de um cenário de instabilidade administrativa, afastando o mandamento constitucional que abriga o princípio da segurança jurídica, enquanto subprincípio do Estado de Direito e, assim, retirando a efetividade assegurada pela Constituição”.

(Blog de Lúcio Vaz)


NÃO SE SURPREENDA: PAPEL HIGIÊNICO PRETO ESTÁ NA PRAÇA

Quem imagina ter visto de tudo neste mundo, como eu, se surpreende: a marca Personal está lançando no mercado papel higiênico preto. E com justificativas que procuram valorizar a novidade: “Inspirado nos universos fashion e de luxo, Personal Vip Black surpreende ao apostar na cor Total Black para valorizar a decoração dos ambientes, conferindo um toque de glamour e requinte…. (…) a cor foi escolhida por ser a que melhor representa o universo de luxo e elegância onde o Vip Black transita.”

Pois é, vivendo e aprendendo. Só gostaria de saber se o papel “Black” oferece um plus ao usuário para qualquer situação.


ENFIM, BOA NOTÍCIA DO EVANGÉLICO

Nem tudo é má notícia no Hospital Evangélico e sua mantenedora, a SEB.

Agora, a Fepar, a Faculdade de Medicina do Evangélico, está festejando os melhores índices conseguidos entre escolas de medicina do país. E na CAPES.


REMENDOS DA ESCRAVIDÃO

Raquel Dodge: recolhendo sugestão (FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO)

O governo Temer, depois da grande enrascada em que se meteu, concedendo área de preservação ambiental para exploração por mineradoras – e da qual voltou atrás -, agora repensa as decisões sobre fiscalização do chamado trabalho escravo.

E o próprio ministro do Trabalho, ao ser recebido pela procuradora geral da República, Raquel Dodge, advogou a criação de uma delegacia federal antiescravidão. A portaria limitou a fiscalização a ordem direta do ministro, caminha para ser novo recuo de Temer.


VEJA QUEM FICA COM CONTAS DO GOVERNO

Palácio Iguaçu

Assunto que não é de pequena monta, a escolha das agências de publicidade que ganharam licitação para trabalhar contas do Governo do Estado do Paraná neste e no próximo ano:

– Master

– Vivas Comunicação

– GPAC

– Lua Propaganda

– Tif Comunicação

Detalhes estão nos seguinte links:

Fábio Campana:

http://veja.abril.com.br/blog/radar/genro-de-marqueteiro-de-alckmin-negocia-compra-agencia-de-gonzalez/

http://propmark.com.br/agencias/lua-propaganda-tem-novos-donos


SUS CONTINUARÁ COM REMÉDIO PARA ESCLEROSE MÚLTIPLA

Jefferson Becker, Comitê de Tratamento em Esclerose

Mais uma vitória para os pacientes de esclerose múltipla. O Ministério da Saúde, por meio da Portaria 44, de 19 de outubro de 2017, publicada no Diário Oficial da União em 20 de outubro de 2017, decidiu manter, sem restrição de uso para novos pacientes, o medicamento betainterferona 1a de 30 mcg, comercializado sob a marca Avonex®, disponível como terapia de plataforma na primeira linha de opção terapêutica para pacientes portadores de esclerose múltipla remitente recorrente (EMRR). A terapia é uma das mais prescritas para o tratamento da esclerose múltipla, está disponível em mais de 90 países e é utilizada por cerca de 260 mil pessoas em todo o mundo.

ARSENAL TERAPÊUTICO

A decisão era aguardada pela comunidade médica e de pacientes. “Cada vez mais médicos analisam individualmente como a doença se apresenta para cada paciente e, partir daí, prescrevem o melhor medicamento. É importante ter um amplo arsenal terapêutico disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), para que o tratamento seja eficaz e atenda a necessidade do paciente, minimizando a progressão e o impacto da doença”, explica médico Jefferson Becker, presidente executivo do Comitê Brasileiro de Tratamento e Pesquisa em Esclerose Múltipla.