Parecia estar melhorando, é verdade, mas o fato é que a recuperação da economia ainda segue seu caminho em passos lentos, muito lentos. Enquanto isso os cidadãos vão calculando seus gastos delicadamente, planejando o investimento de cada centavo para que o dinheiro consiga render um pouco mais. É complicado, mas com um pouco de paciência e renúncia ao consumo compulsivo é possível gastar sem se afundar em dívidas. E não somente as pessoas, mas as empresas também passam pela mesma dificuldade.

Segundo informações divulgadas pela Pesquisa Industrial Mensal, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção industrial brasileira teve alta de apenas 0,3% na passagem de março para abril deste ano. O crescimento veio depois de uma queda de 1,4% na passagem de fevereiro para março. De acordo com a pesquisa, em abril, no entanto, houve quedas nos outros quatro tipos de comparação: -3,9% na comparação com abril de 2018, -0,1% na média móvel trimestral, -2,7% no acumulado do ano e de -1,1% no acumulado de 12 meses. Dentro de toda essa complexidade, o brasileiro precisa viver com honestidade, da qual sairá um país melhor e mais forte economicamente.

COMPARTILHAR
AnteriorROUBOS E GOLPES
PróximoCharge 06-06-2019