Empresas correm atrás de tecnologia com a chegada da LGPD

871

Marcelo Erthal, CEO do clickCompliance : “oferecer treinamentos de ética e anticorrupção”

Com a chegada da entrada em vigor da nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) em agosto deste ano, empresas seguem despreparadas para arcarem com as novas obrigações que ela traz. Por isso, muitas estão correndo atrás de soluções que possam acelerar o processo e prepará-las para os novos desafios do compliance digital. O cenário brasileiro é um desdobramento de regulamentações internacionais, como o General Data Protection Regulation (GDPR), da União Europeia, na qual a LGPD é baseada. Ambas estabelecem boas práticas e orientações para programas de Compliance e proteção de dados em empresas. Uma empresa que está se dedicando a ajudar empresas a enfrentarem as mudanças é a startup brasileira clickCompliance, que desenvolveu um software para esta finalidade.

“Tanto a Lei Anticorrupção de 2013, quanto a LGPD dizem que podem ser solicitadas às empresas evidências sobre a existência e a eficácia do programa de compliance”, explicou Marcelo Erthal, CEO do clickCompliance. “Por isso, focamos em registrar dados que comprovem às autoridades que a empresa, através do nosso software, tem se esforçado para oferecer treinamentos de ética e anticorrupção, que tem cobrado o aceite em políticas e que tem a participação da alta administração no programa”, completou.

O clickCompliance automatiza a apuração de denúncias, o envio e a cobrança de aceites em políticas corporativas (além de comprovar que o funcionário entendeu a política antes de aceitar), distribui e cobra treinamentos de ética e anticorrupção de grupos de funcionários, tem um chatbot que usa inteligência artificial para tirar dúvidas dos funcionários e tem um canal de denúncias web.

“Todos esses processos e o registro deles comprovam que a empresa está empenhada em cumprir com as novas obrigações da LGPD e que comunicam aos funcionários a importância da proteção de dados”, continuou Erthal. “Em momentos como o que estamos vivendo de grandes mudanças na forma de empresas administrarem seus negócios, é preciso que elas aproveitem as ferramentas tecnológicas disponíveis para ajudar no processo de adaptação”, completou.

Curitibana KaKá Magno faz estréia na Itália

A piloto  Kaka Magno, ladeada pelo  empresário Welliton Girotto ,  promotor da Griiip G1 no Brasil  e o CEO da Ouro Fino,  Marcelo Marques

A piloto curitibana Kaká Magno (Energético Insano / Água Mineral Ouro Fino ) fará sua estreia em uma categoria internacional, ela irá correr a temporada de 2020 na G1 Series Griiip,  na Itália onde esteve recentemente  realizando testes com seu novo carro,

“Estou bastante animada para este novo desafio”, enfatiza Kaka.  O carro tem 200cv de potência e apenas 400 kg o que o torna muito rápido, seu câmbio sequencial de 5 marchas, o leva a ser 2 segundos mais rápido que um fórmula 4. “Gostei muito desse carro, me adaptei rápido nas sessões, viemos baixando tempo e concluímos o testes positivamente”, enfatizou a  piloto.

A Griiip G1 Series é uma categoria de destaque na Europa. O carro foi desenvolvido pela histórica casa Italiana Dallara, um dos grandes produtores de carros de corrida do mundo enquanto os motores são fornecidos pela Aprilia, também italiana.

A forma como foram projetados os carros da Griiip, permite aos pilotos recém saídos do Kart, uma rápida adaptação sem precisar renunciar a velocidade, desempenho e potência, ao contrário do que ocorre com outras categorias escola como a fórmula Renault e fórmula 4 com seus carros mais pesados e sem falar do alto custo em relação a Griiip G1.

“Ter a Kaká na Griiip G1 com certeza trará mais brilho a categoria.  Ela vem mostrando ótimos resultados nos testes e seu amor pelo esporte é incrível”, comenta Welliton Girotto, promotor da Griiip G1 no Brasil.

Curitiba recebe 3ª edição da Old & Low Car

Evento em abril terá exposição aproximadamente 140 veículos de diversos estilos e culturas automotivas

No período de  10 a 12 de abril, acontece a 3ª edição da Old & Low Car, no pavilhão de feiras do Parque Barigui (Centro de Eventos do Positivo). Considerado um dos mais completos e maiores eventos do segmento na cidade, ele reunirá neste ano em exposição aproximadamente 140 veículos de diversos estilos e culturas automotivas, além de produtos e serviços com empresas ligadas ao universo automotivo apresentando suas novidades, tendências e muitas outras atrações voltadas para todas as famílias. Será ponto de encontro para os apreciadores e apaixonados por carros, clubes e colecionadores. Nesta edição, as novidades ficam por conta do evento Auto Detalhe, que acontece em paralelo, contando com cursos profissionalizantes e bate-papos com profissionais da área de Estética Automotiva Nacional, e também o 1° Campeonato de Detalhamento Automotivo.

Durante a feira, o público poderá acompanhar uma verdadeira viagem no tempo acompanhando a história dos veículos em exposição, seus estilos e conceitos como potência, características aerodinâmicas, estruturais. Vários clubes automotivos estarão presentes com suas belas máquinas a fim de reunir os fãs desse universo, entre eles destaque para o Clube Elas, o primeiro de colecionadores de veículos clássicos, exclusivamente feminino de Curitiba.

Além dos automóveis expostos, a Old & Low Car reunirá empresas com produtos e serviços que serão comercializados com preços de feira, abaixo do mercado. Estarão presentes fabricantes de peças, autopeças, comércio de rodas e pneus, som automotivo, consórcios, financiadoras, oficinas, restauradores, lataria, pintura, acessórios, artigos para decoração automotiva, além de vestuário e artigos para colecionadores.

Amcham promove evento de liderança

A especialista Renata Chemin, CEO e co-Founder da Polen, fintech que ajuda as empresas a tirarem projetos de impacto social do papel, encerrou o Seminário de Liderança promovido recentemente pela Amcham Curitiba. O evento reuniu mais de 60 gestores de diversas áreas, como Recursos Humanos. Palestraram também a Talent Partner na IBM Service, considerada uma das melhores empresas para se trabalhar, Elinee Ferreira, e a gerente de responsabilidade Socioambiental e Fundiária da Arauco, empresa referência em sustentabilidade e relações com a comunidade, Maria Harumi Yoshioka.

De acordo com elas, há características essenciais para se tornar um líder de impacto. É preciso ser o exponencial da cultura da empresa, ou seja, traduzir isso através de seu comportamento. “É o que chamamos de ‘walk the talk’, que é conseguir fazer com que o colaborador sinta a cultura da empresa acontecendo no dia a dia’’, afirma Elinee.

Panificação e cafeteria realizam debate

Empreendedores e entusiastas do setor de panificação e cafeterias se reuniram nesta quinta-feira (20), no Sebrae/PR, para dialogar sobre as mudanças, desafios e projeções para o futuro nesses mercados. O evento contou com a presença de Divanildo Carvalho Junior, da Trilhas do Trigo, Oscar Pablo Luzardo, da La Panoteca, Rodrigo Santiago, do Chicago Bakery, Georgia Franco de Souza, do Lucca Cafés Especiais, Lara Saya, da Supernova Coffee Roasters e Guilherme Lucavei, do Moka Club, para os debates.

O Paraná tem uma longa tradição de ser o maior produtor de trigo no país, apesar de ter registrado uma perda de 34% na produção em 2019, de acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Por outro lado, Divanildo Carvalho Junior, do Trilhas do Trigo, afirma que já é possível produzir no Paraná grãos de excelente qualidade e que suprem a demanda de mercado devido aos avanços em pesquisas científicas. Essa foi apenas uma das várias modificações que ocorreram nesse setor.