Performance do ator Emílio Pitta inaugura o programa literário da Fundação Cultural de Curitiba. O primeiro encontro reúne os poetas Luci Collin e Antonio Thadeu Wojciechowski.



A Fundação Cultural de Curitiba inicia o programa “Palavra de Poeta”, reunindo uma vez por mês dois poetas curitibanos de diferentes gerações e estilos poéticos distintos. O primeiro encontro acontece nesta terça-feira (11), às 19h, na Feira do Poeta (Palacete Wolf – Praça Garibaldi, 7), com os autores Luci Collin e Antonio Thadeu Wojciechowski. Uma performance do ator Emílio Pitta abre a programação. O programa consta da leitura de poemas e de um bate-papo apreciativo sobre a obra de cada autor. O mediador é o professor de Literatura Ivan Justen Santana. Outros encontros do programa “Palavra de Poeta” estão agendados para os meses de outubro e novembro, com a participação dos poetas Ricardo Corona, Fernando Karl, Edival Perrini e Luiz Felipe Leprevost. Para as performances foram convidados também o publicitário Rettamozzo e o artista plástico Edilson Viriato.Emílio Pitta propõe na sua performance uma verdadeira alquimia de palavras. Visita os poemas hindus (Kalidhasa, Mahabarata, Barthary), gregos e romanos, passa pelo parnaso de Dario Velloso, pelo humor de Emílio de Menezes, e agrega “as letras-macarrão nos mais concretos poemas matadores da fome dos verdadeiros analfabetos de poesia”.  Com 45 anos de teatro, cinema e televisão, suas participações mais recentes em novelas da Rede Globo foram como Dr. Natanael, em “Belíssima”, Antiguário, em “O Profeta”, e presidente da CPI do mensalão, na novela “Pé na Jaca”. No cinema, acaba de concluir o curta "Um corpo caiu", do diretor Wladmir Milani.  Uma das autoras convidadas para a primeira edição do “Palavra de Poeta”, Luci Collin tem vários livros publicados. Suas obras foram premiadas em concursos de literatura no Brasil e nos Estados Unidos. Representou o Brasil no Projeto Literário da Expo 2000, em Hannover. Como bolsista da Ireland Literature Exchange-2007 desenvolveu, em Dublin, projeto de tradução de contistas irlandeses. Atualmente trabalha na tradução de ensaístas irlandeses com bolsa da Fapesp/USP. Luci participa de antologias nacionais, com destaque para “Geração 90 – Os Transgressores” (Editora Boitempo – 2002) e “25 mulheres que estão fazendo a nova literatura brasileira” (Editora Record – 2004), e internacionais (Estados Unidos, Alemanha, França, Uruguai e Argentina).  Luci Collin é professora de Literatura de Língua Inglesa e Tradução Literária na Universidade Federal do Paraná.

Antonio Thadeu Wojciechowski, além de poeta, é músico e redator publicitário. Tem vários livros de poesia publicados, entre eles, os mais recentes “Tao, o livro” (2001), “O Amor é Lino” (2002), “Comes, bebes & fumacês” (2002), “O carinho da violência” (2002), “Assim até eu” (2003), “Não temos nada a perder” (2006). Também é revisor e organizador de obras literárias, colaborador em cadernos culturais, autor de dezenas de apostilas para ensino de literatura e gramática. Compôs centenas de músicas em parceria com Marcos Prado, Paulo Leminski, Carlos Careqa, Tatára, Oswaldo Rios, entre outros. Suas composições fazem parte do repertório de grupos curitibanos como “Beijo AA Força”, Maxixe Machine” e “Grupo Nimphas”.

Serviço:

  • Programa “Palavra de Poeta”, com performance de Emílio Pitta e participação dos poetas Luci Collin e Antonio Thadeu Wojciechowski
  • Data: 11 de setembro (terça-feira), às 19h
  • Local: Feira do Poeta – Palacete Wolf (Praça Garibaldi, 7)
  • Entrada franca