Nos últimos 12 meses, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) destinou R$ 74 milhões em financiamento a projetos turísticos no Paraná. A instituição investiu em empreendimentos na maioria das regiões do estado, reforçando sua política de descentralização.

O Banco apoia projetos voltados ao turismo por meio do programa de desenvolvimento BRDE Protur, que financia investimentos em novos equipamentos de pousadas, hotéis, centro de convenções, parques temáticos e aquáticos. Também é possível obter crédito para ampliar ou reformar equipamentos já existentes e até fazer melhorias, como a instalação de painéis fotovoltaicos para geração de energia solar.

O banco é o principal agente financeiro do Fundo Geral do Turismo (Fungetur). Mesmo atuando somente em três estados, o BRDE é responsável por 48% do total de operações do Fundo. O desempenho fez com que o Ministério do Turismo ampliasse o limite disponibilizado ao BRDE para novas contratações.

“Os investimentos no turismo estão de acordo com a política do governo Carlos Massa Ratinho Júnior, que pretende reforçar a importância do setor turístico para a economia do Paraná”, disse o diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley Lipski. “Nosso objetivo é que pessoas do mundo todo possam conhecer as centenas de atrativos turísticos que o Paraná tem à disposição”, completou.