Eduardo: “Para eles Deus é o Lula e quem não segue a seita é “infidel”

359

O deputado Eduardo Bolsonaro reagiu às críticas na Marquês de Sapucaí, as escolas de samba fizeram críticas políticas e provocações a Jair Bolsonaro. “Igreja é um obstáculo para os planos de dominação da esquerda. Para eles Deus é o Lula e quem não segue a seita é “infidel”, escreveu.

O filho do presidente fez ocomentário ao  compartilhar uma crítica do deputado Marco Feliciano no Twitter.

“Esquerdalha e extrema-imprensa não engolem o fato de que evangélicos são 1/3 da população e q estão c/ Jair Bolsonaro ! O condenado Lula priorizou conquistar esse eleitorado. Arrumaram até pastor fake e samba enredo escola samba p/ antingir objetivo. Tiro saiu pela culatra!”, escreveu Marco Feliciano no Twitter.