O dólar registrou nesta terça-feira a maior queda ante o real em quase sete semanas, com a moeda brasileira liderando o desempenho nos mercados globais de câmbio, em meio ao noticiário sobre a reforma da Previdência, a expectativas de fluxo e a uma correção de apostas mais negativas contra a taxa de câmbio doméstica.

No mercado à vista, o dólar caiu 1,33%, a 4,0757 reais na venda.

É a maior queda percentual diária desde 4 de setembro (-1,79%). O patamar é o mais baixo para um fechamento desde 4 de outubro (4,0569 reais na venda).

Fonte: Reuters