O dólar registrou nesta quinta-feira a maior queda diária em um mês, caindo abaixo da marca de 4 reais, com investidores ajustando o preço do câmbio diante da perspectiva de injeção direta de liquidez dentro do novo modelo de atuação do Banco Central.

A correção de baixa do dólar ante outras divisas emergentes respaldou a trégua nas operações locais.

O dólar à vista <BRBY> fechou em queda de 1,24%, a 3,9903 reais na venda.

É a maior queda diária desde 10 de julho (-1,30%).

Na B3, o dólar futuro de maior liquidez <DOLc1> cedia 1,5%, a 3,9965 reais.

Fonte: Reuters