O dólar fechou no menor patamar ante o real em mais de dois meses nesta quarta-feira, influenciado pelo tom “dovish” do banco central dos Estados Unidos, enquanto no Brasil analistas refrearam expectativas adicionais de cortes da Selic poucas horas antes da decisão do Copom.

O dólar à vista caiu 0,25%, a 3,8501 reais na venda.

É o menor nível para um encerramento desde 10 de abril de 2019 (3,824 reais).

Na B3, a taxa de câmbio do contrato de dólar futuro mais líquido cedia 0,23%, a 3,8545 reais.

Fonte: Reuters