A direção do Festival de Teatro de Curitiba, que começa dia 27 deste mês, informa que Dogville não terá mais Fábio Assunção no elenco. Ele será substituído por Zé Henrique de Paula, justamente o diretor do super espetáculo baseado no filme do cineasta dinamarquês  Lars Von Trier (2003). As apresentações estão agendadas para 2 e 3 de abril.
Diz a nota da produção de Dogville que a alteração se deve a motivos profissionais: “Fábio Assunção está escalado para a próxima série da Rede Globo, Onde Está Meu Coração, de George Moura e Sergio Goldenberg, dirigida por Luisa Lima”.

Dogville é uma das mais atrativas do festival, integrando a Mostra 2019. Além de Fábio Assunção, outro nome popular do elenco é Mel Lisboa, que interpreta Grace, vivida nas telas por Nicole Kidman. Na tela, a linguagem tem recursos teatrais, no palco, o diretor Zé Henrique de Paula vale-se do cinema.

Tanto no filme quanto no palco, a trama se passa na fictícia Dogville, uma pequena cidade onde Grace, uma loira misteriosa em fuga de um bando de gangsteres, vai buscar refúgio. E passa a conviver com pessoas generosas – só na aparência. À medida que Grace retribui a acolhida, mais sofre abusos.

O elenco se completa com Eric Lenate, Bianca Byington, Rodrigo Caetano, Anna Toledo, Marcelo Villas Boas, Gustavo Trestini, Fernanda Thurann, Thalles Cabral, Chris Couto, Blota Filho, Munir Pedrosa, Selma Egrei, Fernanda Couto e Dudu Ejchel.