O DIS, fundo brasileiro que detinha 40% do passe de Neymar quando estava no Santos, pede uma pena de prisão de cinco anos para o jogador
O DIS, fundo brasileiro que detinha 40% do passe de Neymar quando estava no Santos, pede uma pena de prisão de cinco anos para o jogador

Matéria publicada nesta quarta-feira (23) pelo Diário de Notícias de Portugal afirma que o Ministério Público espanhol solicitou uma pena de prisão de dois anos para Neymar, jogador de futebol brasileiro do Barcelona, por atos de corrupção na sua transferência para o Barça.

Segundo a reportagem a ação engloba várias práticas ilícitas cometidas entre 2011 e 2013, nos diversos contratos e acordos que culminaram com a transferência de Neymar para Camp Nou.

O DIS, fundo brasileiro que detinha 40% do passe de Neymar quando estava no Santos, pede uma pena de prisão de cinco anos para o jogador, por delitos, e uma indenização junto ao Barça que poderia chegar aos 195 milhões de euros, acrescenta o Diário de Notícias.

Neymar, Barcelona e as partes visadas ainda não reagiram publicamente à posição do Ministério Público, finaliza o DN.