DIA DO SOMMELIER – 04 DE SETEMBRO: OS CONSELHEIROS DO VINHO

4339

Osvaldo Nascimento Júniors.:

  1. Parabéns a todos meus colegas SOMMELIERS e SOMMELIÈRES, pelo nosso dia 04 DE SETEMBRO que é comemorado, apesar do desconhecimento de muitos, como o DIA NACIONAL DO SOMMELIER, data em que foi regulamentada no Brasil esta profissão e nós da COLUNA VINUM VITA EST do DIÁRIO INDÚSTRIA E COMERCIO de CURITIBA, não poderíamos deixar de prestar esta nossa homenagem a estes grandes profissionais que fazem do conhecimento, do ensinamento e divulgação do VINHO, UMA ARTE. Desde que o italiano Danio Braga, considerado o PRIMEIRO SOMMELIER a atuar no país, fundou a Associação Brasileira de Sommeliers no Rio de Janeiro em 1983, profissionais do vinho eram registrados como maitres, consultores de vinhos ou garçons. AGORA PASSAM A TER CARTEIRA ASSINADA COMO SOMMELIER, conforme LEI N.12.467 de 26 DE AGOSTO DE 2011, assinada pela Presidente DILMA ROUSSEF. A Lei não estabelece qualquer formação profissional e já há um consenso se organizando para enviar sugestões de Curriculum ao MEC, enquanto outro defende que o próprio mercado se encarregue de resolver questões como formação de currículo. Afinal o conhecimento para desenvolver a profissão é avaliado pelo empregador, e existem profissionais muito bons na área, com formação de estudos, viagens às grandes vinícolas aqui e no mundo, concretizando a famosa frase: LER, VIAJAR E DEGUSTAR, aliás, LEMA que particularmente temos seguido, pois como WINEGLOBETROTTER (Andarilho do Mundo Vínico), tendo conhecido os principais vinhedos do mundo, retornando recentemente da ÁFRICA DO SUL, onde visitamos os VINHEDOS DA CIDADE DO CABO EM PAARL e STELLENBOSH, onde se produz um dos melhores vinhos do mundo e criaram com tecnologia uma nova uva, a PINOTAGE um cruzamento da Pinot Noir e Hermitage hoje Cisault e também visitado alguns dos principais restaurantes globais e participado de cruzeiros marítimos por quase todo o mundo, nos faz ocupar lugar nesta profissão agora reconhecida.

Hoje há muita gente servindo vinhos em restaurantes e poucos SOMMELIERS DE VERDADE, infelizmente, para prejuízo dos clientes e também para muitos empregadores, posto que, numa visão simplista é mais barato empregar um repositor de vinhos como vendedor de vinhos, sem conhecimentos que um SOMMELIER, que levou anos de estudos para ali chegar e ostentar este CRACHÁ, e continua estudando sempre, PORQUE O MUNDO VÍNICO É INFINITO, é HISTORIA GEOGRAFIA e acompanha o homem desde os princípios da humanidade em todos os seus momentos.

Há alguns anos seria impensável retratar um SOMMELIER com a versatilidade de hoje. Era aquele sujeito empolado, que vestia casaca, circulava pelo salão de restaurantes sofisticados com um “taste-vin” pendurado no pescoço e se dirigia ao cliente com absoluta formalidade, aliás, a palavra tem origem no vocábulo provençal SOMMERIER, por volta do século XIII. Só a partir de princípios do século XIX a palavra SOMMELIER passou a indicar o nobre encarregado de serviços de vinhos para os reis e seus banquetes. Em Portugal é Escanção.

*O SOMMELIER HOJE.

Hoje os restaurantes estão mais descontraídos, os clientes não querem mais saber de se comportar a mesa como se estivessem numa solenidade. E o perfil do SOMMELIER também mudou. Bem, o novo estilo, mais afável, também se explica pelo peso que adquiriu a venda de brancos, tintos, rosados, espumantes e Champagnes nos restaurantes, adegas, Lojas especializadas, que sabem dar o devido valor a este profissional respeitando também seus clientes com presença de um SOMMELIER que chega a aumentar em muito as vendas, por sua orientação mais específica aos clientes que buscam aprender na compra de um bom vinho para degustarem ou servirem em festas, caso comprovado por nós quando desempenhamos este trabalho em Curitiba como Sommelier de grandes redes de Supermercados, ou quando proferimos PALESTRAS, CURSOS DE VINHOS onde somos cada vez mais convidados ou escrevendo nossa Coluna Vinum Vita Est, hoje um livro, sucesso de vendas, para diversos veículos de informação,

*O PAPEL DO SOMMELIER NA RELAÇÃO VINHO E COMIDA, A HARMONIZAÇÃO.

Este papel tem de ser regido pela harmonia. É preciso conhecer as nuances de cada prato para apontar a característica ideal do vinho. Um não pode ofuscar a presença do outro. E é para garantir que esta equação dê certo, que entra em cena a figura do SOMMELIER com seu conhecimento.

“O papel deste profissional é o de entender o cliente, saber o tipo de vinho que ele mais gosta, o quanto está disposto a pagar por uma garrafa. Nada de inibi-lo com perguntas e termos técnicos, porque o público busca informações para tirar o status de que o vinho é uma bebida de luxo” e a presença do SOMMMELIER tem sido fundamental no processo e popularização dos vinhos em especial em Curitiba, para também conquistar e orientar em especial o consumidor jovem que quer conhecer e entrar neste ícone da ENOGASTRONOMIA, O VINHO, explica a somelière e consultora gastronômica Thays Ferrão do Curso de Gastronomia da Universidade Positivo.

Com tamanho estímulo, profissionais contratados para lidar com este líquido dos deuses estão se multiplicando em todo o país. Não existem números oficiais, mas o crescimento da profissão nos últimos anos pode ser medido pelos frequentadores dos Cursos Profissionalizantes da área.

*NOSSAS SUGESTÕES.

Lembre-se: PEDIR AJUDA DO SOMMELIER NÃO É DEMÉRITO. ÊLE CONHECE OS VINHOS QUE SÃO OFERECIDOS E O CARDÁPIO E A ADEGA ESTÃO ALÍ JUSTAMENTE PARA AJUDAR.

Peça vinho para ter prazer e não para impressionar, não se envergonhe nunca de gostar de vinhos simples às vezes somos surpreendidos pois como diz a antiga frase “NEM TODO VINHO CARO É BOM e NEM TODO O VINHO BARATO É RUIM” e OUÇA SEMPRE O SOMMELIER ele é um profissional que vai lhe agradar com uma surpresa, um vinho que às vezes você não conhece, adequado ao seu bolso e ao prato que vai comer.

É esta a lição que aqui deixamos EM HOMENAGEM AO DIA SOMMELIER, os dois lados, CLIENTE e SOMMELIER, aprendem juntos a privilegiarem o prazer de consumir vinhos com a comida, e isto é um grande progresso, AFINAL É CONVERSANDO QUE SE DEGUSTA O NÉCTAR DOS DEUSES.

Osvaldo Nascimento Júniors.:

ADVOGADO, EMPRESÁRIO, ENOFILO, SOMMELIER, PALESTRANTE, CONSULTOR e  COLUNISTA DE VINHOS, AUTOR DO LIVRO SOBRE VINHOS “VINUM VITA EST – A HISTÓRIA VISTA PELO VINHO”, pela Editora Prismas de Curitiba, num convite ao leitor(a) a uma viagem histórica, cultural e didática ao mundo apaixonante de Dionísio e Baco. Adquira o seu pelo fone (41)996889252 ou osvaldopinheiro@gmail.com valor do investimento R$65,00 – Entregas em Curitiba sem custo.