Neste 12 de outubro, o livro Contos de fada Efigênia, da jornalista Adélia Maria Lopes, representando a infância, participa do I Encontro Regional Mulherio das Letras, das 13h30 às 21h, na Livraria Vertov (Visconde do Rio Branco, 835, Bigorrilho – Curitiba ). As homenageadas são a poeta Helena Kolody (saudosa aniversariante do dia), a escritora Maria Valéria Rezende e Marielle Franco.

Antes, das 16 às 17h, a jornalista Mariangela Guimarães falará sobre tradução, entre poetas, escritoras, pesquisadoras, ilustradoras, editoras, mediadoras de leitura, contadoras de histórias, cantoras, instrumentistas, livreiras e mulheres envolvidas com literatura.

Este é o primeiro evento realizado no Paraná, que conta com 150 integrantes. O encontro nacional, já em sua terceira edição, será realizado em novembro, em Natal, no Rio Grande do Norte.

Em Contos de fada Efigênia, a veterana jornalista cultural de Curitiba reúne as histórias da artesã e poeta Efigênia Ramos Rolim, conhecida como Rainha do Papel de Bala, hoje com 88 anos e condecorada por mérito do Ministério da Cultura  pelo conjunto de sua obra em papel de bala e sucata.

“Ela também pode ser considerada uma autêntica representante dos guardiões da tradição oral”, observa Adélia Lopes que, temendo  que suas histórias para crianças possam vir a se perder com o passar do tempo, apresentou projeto editorial para Fundação Cultural de Curitiba, obtendo apoio da Caixa Econômica Federal para a edição.

Neste livro, estão 21 historietas, nascidas da sua imaginação, misturadas com poesia, música, lendas e relatos baseados em fatos reais. E falam de assuntos de hoje – pobreza, velhice, morte, amor, amizade e proteção da natureza. Os contos são enriquecidos  por ilustrações da artista Kátia Horn e projeto gráfico de Adriana Alegria, além de uma foto da personagem feita por Vilma Slomp.

Confira a programação e as orientadoras das discussões em https://www.facebook.com/events/492136434700852/

 

O Mulherio das Letras, coordenado em Curitiba pela poeta Marília Kubota, é um movimento feminista literário, é um movimento nacional, com adesão de mais de seis mil mulheres residentes no Brasil e no exterior, e se propõe a discutir as questões da mulher nas áreas da arte e da cultura.

PROGRAMAÇÃO

 

13h 30

Apresentação

Livraria Vertov – Socorro Araújo

Mulherio das Letras – Marilia Kubota

#LivrariaMulherio – Sil Schmidt

 

14h

Apresentação Danças & Repentes

Luciana do Rocio Mallon e Regina Bostulim

 

14h30 a 16h

Oficina de autopublicação (colaborativa)

Lua Bueno Cyriaco

14h30 a 16 h

Roda de conversa Mediação de leitura

Emanuela Siqueira, Rosselani Giordani, Tatjane Albach

16h a 17 h 30

Roda de conversa A invisibilidade da mulher na escrita

Bebeti do Amaral Gurgel, Cleonice Alves Lopes-Flois, Wael de Oliveira

16h a 17h30

Roda de conversa Escrita de Mulheres

Desirée dos Santos, Jessica Stori, Joyce Muzi, Natasha Tinet, Vanessa C. Rodrigues

16h a 17h30

Roda de conversa tradução

Antoniele Luciano, Miriam Adelman, Mariângela Guimarães,

 

17h30- Intervalo

Café com bolo

 

18h

Lançamentos

Contos de fada Efigênia – Adélia Maria Lopes (Cultural Office)

O Cortiço do Poeta – Ana Campos (Clube de Autores)

Vasto Trovar – Clarissa Loyola Comin (Benfazeja)

Mahadevi – Dani Leela e Etel Frota (Kotter)

Estações da Alma – Gracila Sanjutá

Como escrever um livro – Isabel Furini (Sangres Editorial)

A rosa daqui – Luci Collin (Iluminuras)

Lâmina – Márcia Friggi (Kotter)

Quem derra o sanguefosse só o da menstruação- org. Débora Ribeiro e Maíra Vasconcelos – (Urutau). As curadoras serão representadas pelas autoras Ana Luiza Oliveira, Ju Lopes e Neysi Oliveira

 

19h

Sarau

Apresentação: Etel Frota

Homenagem à Helena Kolody, com participação especial de Rogéria Holtz

Valsa para Helena Kolody ( Etel Frota)

 

Adriana Barreta de Almeida

Dany Nascimento

Gabriela Ane Dresch

Jane Sprenger Bodnar

Paulinha Almeida

Silvia Schimidt

Siomara Reis Teixeira

Stela Siebeneichler

Tabatha Colossi

Telma Srour

Marchinha (Zoe de Camaris)

 

21 h Encerramento

 

O evento é aberto para todos os públicos, com entrada franca.