braga-ressaltou-que-a-decisao-de-se-filiar-ao-psol-foi-motivada-por-afin

O Psol volta a ter prerrogativas de bancada partidária na Câmara. O deputado Glauber Braga, eleito pelo PSB do Rio de Janeiro, decidiu se filiar ao partido, que, desde esta quarta-feira (23), conta novamente com cinco representantes na Casa.

O líder da legenda, deputado Chico Alencar (RJ), ressalta que, com esse número, o Psol deixa de ter uma representação e volta a ter uma bancada, conforme prevê o Regimento Interno da Câmara. Com isso, o Psol recupera prerrogativas perdidas desde a expulsão do deputado Cabo Daciolo (RJ) em maio deste ano, como falar com tempo de liderança em todas as sessões e não apenas uma vez por semana em Plenário.

“Nós vamos poder falar com tempo de liderança em toda sessão. Atualmente, nós só temos uma vez por semana para usar da palavra. Isso para um partido que tem o que dizer é muito importante. Em segundo lugar, e igualmente relevante: nós vamos poder voltar a fazer destaque para votação em Plenário, condição que tínhamos perdido”.

Glauber Braga explicou a decisão de sair do PSB e de se filiar ao Psol: “A minha entrada no Psol vem por afinidade programática, por afinidade com as teses que o Psol já vem defendendo ao longo dos anos e com o acúmulo que o Psol tem na sociedade a partir de sua prática política.”

Os cinco deputados do Psol são Chico Alencar, Jean Wyllys e Glauber Braga, do Rio de Janeiro; Ivan Valente, de São Paulo, e Edmilson Rodrigues, do Pará.

Publicado no site: agencia camara