Com 14 instrumentistas brasileiros convidados, o bandolinista Daniel Migliavacca comanda a série de shows no Teatro Paiol dedicada à história do choro. Serão seis shows diferentes que acontecem de julho, iniciando na próxima quarta-feira, a dezembro, uma vez por mês.

Daniel Migliavacca idealizou essa série de shows porque, embora considerada a primeira música urbana tipicamente brasileira e de gtrande prestígio no exterior, porém, pouca gente conhece a sua história e sua importância no Brasil.  Além de apreciar obras de compositores fundamentais para a história do choro e para a música brasileira, o público curitibano poderá acompanhar encontros inéditos de músicos de destaque no cenário nacional e dedicados a produção e divulgação do choro pelo mundo.

O calendário da série, com um show mensal, abre com Daniel Migliavacca, o flautista Toninho Carrasqueira e o violonista curitibano Lucas Melo apresentando repertório dedicado aos primeiros chorões. Migliavacca lembra que o trio sem percussão retrata a formação inicial do choro que era tradicionalmente formada por: flauta, violão e cavaquinho. Em agosto, show dedicado a à Ernesto Nazareth, com André Ribas. Em setembro, Daniel Migliavacca Quarteto convida Rogéria Holtz para show dedicado à Pixinguinha.

Agende-se: 3 e 4 de julho às 20h, no Teatro Paiol. Ingressos a preços populares de 10 e 5 reais. Além da venda presencial no Teatro Paiol e Capela Santa Maria, os ingressos  à venda também pelo site www.aloingressos.com.br/.