Durante os cursos, os técnicos da secretaria orientam sobre como utilizar resíduos de sucos no preparo de outros pratos, como sopas e chás

A Unidade de Educação Alimentar da Secretaria Municipal de Abastecimento (SMAB) iniciou ontem um curso rápido, com duração de 15 minutos cada aula, para orientar os frequentadores de feiras-livres orgânicas sobre como utilizar integralmente os alimentos.

A ação será repetida  hoje na Feira Orgânica da Praça do Expedicionário e na quinta (6) na Praça do Japão, sempre das 8 horas ao meio-dia.

Durante os cursos, os técnicos da secretaria orientam sobre como utilizar resíduos de sucos no preparo de outros pratos, como sopas e chás. “Transmitimos os conceitos do uso integral de frutas e legumes com o aproveitamento dos resíduos de sucos, como da cenoura e da manga”, afirma a nutricionista responsável pela Unidade Móvel, Joice Ruthes, que realiza o trabalho de ação educativa em feiras e Armazéns da Família. Ela explica que o resíduo da cenoura, utilizada no suco, pode ser aproveitado no preparo do chá de cenoura e limão, em sopas e até em farofas, entre outras receitas.  Assim como o resíduo da couve, que pode ser utilizado em uma torta, e da manga que pode ser aproveitado em um chá de manga com maracujá. Todos os ingredientes dos sucos são utilizados com casca, que aproveita melhor o valor nutricional de cada produto sem perder nenhuma parte. 

“É muito importante essa iniciativa, a gente fica mais informada e aprende outras opções para misturar as frutas e os legumes.