Ações inclusivas. Foto: Pedro Ribas/SMCS

A Prefeitura lançou nesta quinta-feira (23/5), no Salão Brasil, a campanha de comunicação de Acessibilidade Atitudinal. O objetivo é ensinar atitudes inclusivas (exemplos abaixo) para a sociedade saber se portar de forma adequada e respeitosa diante de uma pessoa com deficiência, garantindo a promoção de seus direitos

O prefeito Rafael Greca, a secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Priscilla Roberta Gaspar de Oliveira, e convidados assistiram ao primeiro vídeo da campanha. Priscilla está em Curitiba para conhecer o trabalho da gestão municipal na área da Pessoa com Deficiência.

“Curitiba estima a inclusão. Porque as pessoas nascem ou se tornam deficientes, mas a cidade não pode ser deficiente humanitária. Não pode abrir mão de ser o espaço da igualdade de oportunidade para todos. Nós queremos uma Curitiba cada vez mais inclusiva e acessível”, afirmou o prefeito.

A secretária nacional é surda, se comunicou com auxilio de um intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e chamou atenção para as ações do município para a inclusão no mercado de trabalho. Em 2018, 2.500 vagas foram disponibilizadas nos Mutirões da Empregabilidade realizados pela Prefeitura.

A visita de Priscilla a Curitiba começou quando conheceu, no início desta manhã, a sede da Assessoria da Pessoa com Deficiência, a Central de Libras e o Ônibus Acesso – dois dos principais serviços da pasta. Ela também irá à Câmara Municipal, na tarde desta quinta-feira.