A busca pela retirada das gordurinhas indesejadas é cada vez maior entre os brasileiros. A Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (ISAPS) aponta um aumento de 5% no total de procedimentos cirúrgicos no Brasil em 2017. A lipoaspiração é responsável por 14, 6% dos procedimentos realizados no país.
A vibrolipo, ou vibrolipoaspiração, é uma técnica que utiliza um dispositivo elétrico ou mecânico para auxiliar o processo de retirada da gordura corporal. “O aparelho movimenta as cânulas finas, com rapidez, e facilita a retirada da gordura” afirma o médico cirurgião plástico Bruno Legnani. O médico lembra que a técnica é indicada para pacientes que já realizaram o procedimento, pois o dispositivo passa com maior facilidade em áreas com fibrose, comuns quando já foi realizada uma outra lipoaspiração no mesmo local.
Além da vibrolipo, existem outras técnicas de lipoaspiração para eliminar as gordurinhas indesejadas, porém, o médico alerta que todas as técnicas podem trazer bons resultados. “A habilidade do médico, o comprometimento do paciente com as orientações antes da cirurgia e pós-cirúrgicas são essenciais para o resultado final”, afirma Legnani. É importante avaliar, junto com o médico, qual técnica pode ser usada para alcançar o resultado esperado pelo paciente. “O primeiro passo é certificar-se que que o médico é membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica”, completa.