Como lidar com as crianças no processo de adaptação na escola

513

Um novo ano letivo chegou e com ele um momento difícil para alguns pais ou responsáveis, pois muitas crianças não se adaptam rapidamente em um novo ambiente, aí fica a pergunta: como lidar com elas nesse momento? A psicopedagoga e mestre em educação Ana Regina Caminha Braga deu dicas importantes de como os responsáveis devem agir diante dessa situação. “Nesse momento a melhor maneira de lidar com esse assunto é dialogando. Primeiro é necessário incentivar a criança a contar como foi seu dia, depois comentar estes pontos e falar das novas experiências que ela viverá na escola, das novas brincadeiras que aprenderão, novas amizades e novos professores. É importante também deixar claro para a criança que ela nunca estará sozinha, pois terá sempre a presença de professores e colegas”, afirma a psicopedagoga.
Durante o período de adaptação é comum que cada criança tenha um tipo de reação, algumas choram, ou pedem para que os pais fiquem por mais tempo em sala de aula e outras até pedem para irem embora. Ana Regina comenta que nesse momento o melhor a ser feito pelos pais é estreitar os laços com a criança e a comunicação com a equipe pedagógica e os demais profissionais do colégio dando confiança no processo de adaptação ao deixar o filho na escola.
“Nos momentos de choro, dengo, insegurança do seu filho esteja perto, acolha e abrace sem desfazê-lo. Mas é primordial mostrar os aspectos positivos da escola. E sempre motivando-o com frases como: “Filho você consegue!”, “Veja que legal sua turma, a professora, as atividades!”, “Você evoluiu!”. “Olha o que já aprendeu e ainda tem muito pela frente!”, “Nós estamos feliz pelo seu progresso!”. Além disso, os pais devem também ouvir e executar as orientações dadas pela escola.

A escola tem grande importância nesta fase, pois para a criança tudo é novidade, o ambiente, a figura do professor, o espaço, a rotina de sala de aula, as atividades, as brincadeiras e até a equipe pedagógica. “O trabalho efetivo desta equipe junto ao professor é essencial, contando com rodas de conversas, brincadeiras e também habilidades pedagógicas com a questão da empatia, paciência ao ensinar pouco a pouco o funcionamento de cada etapa. Por isso é importante estar alinhado com eles, pois o processo de adaptação passa por instabilidade e deve ser conduzido da melhor maneira possível para acolher as dimensões psicológicas, afetivas, cognitivas e sociais”, ressalta Ana Regina.

Durante o processo, o ideal é que os pais reforcem de forma atrativa e lúdica os pontos positivos do novo ambiente, como fazer novos amigos, aprender novas brincadeiras para viverem novas experiências. É necessário mantê-las sempre motivadas para frequentar a escola, e deixar claro que isso faz parte do seu desenvolvimento sendo necessário para sua caminhada, além de ser muito importante incentivá-la a participar de todas as atividades propostas em sala de aula.