3º Festival Gastrotiba Alegra

Desta vez com a Picanha Suína da Alegra, a terceira edição do Festival Gastrotiba teve início nesta semana no Quittuto Gatropub, onde foram apresentados os pratos criados pelos chefs de treze restaurantes participantes e que podem ser apreciados, ao preço fixo de 39,90 reais, até 30 de dezembro.

A ideia do festival e da própria existência do Gastrotiba nasceu numa visita de chefs e donos de restaurantes de Curitiba às instalações da Alegra, nos Campos Gerais. O grupo, no entanto, é independente e visa divulgar a culinária local com pratos de ingredientes nobres a preços acessíveis.

“O foco tradicional do encontro, desde a sua primeira edição, é a carne suína, pois a Alegra entra como a apoiadora oficial do festival. Essa é uma forma que temos de promover ainda mais a carne suína e seus variados cortes entre os clientes dos principais restaurantes da cidade”, lembra o analista de marketing da Alegra, Amauri Castro.

“Somos um grupo profissional que trabalha com a proteína mais consumida no mundo”, observa o peruano Fernando Matsushita, presidente do Gastrotiba nesta edição.

Para o lançamento, o Quittuto esmerou-se no churrasco de picanha suína com bufê de saladas, serviu cervejas Patagonia e arrematou com café expresso 3 Corações.

Os pratos podem ser apreciados durante o horário normal de funcionamento dos restaurantes participantes. Confira as casas e as atrações do festival:

Insensatos Hamburgueria e Petiscaria

Petisco Insensatos Pork Lemon: Picanha suína cortada em tiras, refogada com shoyo, ervas finas e alho moído torrado, coberto com creme de alho. Acompanha batata rústica sem casca com lemon pepper. Chef Diego Sansana

Marbô Bakery

Picanha suína Thai: grelhada, crosta de pimenta e gergelim (levemente picante), biro-biro de castanhas e sementes, musseline de banana da terra, charuto de pupunha e espinafre orgânico com pico de nozes. Chef Marcos Bortolozo

Cantina do Délio

Braciole di Maiale com patate dolce i sottaceti di Cipolla: Picanha suína grelhada com purê de batata doce e picles de cebola roxa. Chef Rafael Gonçalves

 

Pistache Pizza e Gastronomia

Picanha suína ao molho pistache: grelhada coberta com molho de pistache e pimenta amarela peruana, acompanha batatas rústicas ao creme de Aji, salsa verde e sagu de balsâmico e laranja, caprese de palmito tostado e pesto de rúcula. Chef Alê Gonçalves

Silzeu’s

Picanha Embriagada: fatiada com alecrim, alho triturado, sal temperado e tomilho marinada na cerveja preta por 24 horas até ir para a chapa quente. Chef Inês Portela.

Quitutto Gastropub

Picanha braseada: 450g de picanha suína assada em parrilla argentina e mix de legumes assados e confitados na brasa, acompanha vinagrete campeiro e farofa com bacon. Chefs Rafael Kulia e Adones.

Forneria Copacabana

Picanha Suína com purê de abóbora: grelhada e servida com purê cremoso de abóbora, sálvia e crispy de Parma. Chefs Beto Madalosso e Wellinton Almeida.

Bar Quermesse

O Bar do Porco: picanha suína fatiada, chapeada na banha de porco, coberta por calda de goiabada picante acompanhada de batatas rústicas. Inspirada em prato de O Porco, restaurante paulistano. Chef José Neto.

Limoeiro

Picanha Maiale: grelhada acompanhada de risoto de alho poro. Chef Vania Krekniski.

Peruano Gastronomia e Cultura

Picanha Nativa: suculenta e grelhada, com cobertura de tamales, acompanha pacotones colombianos (bananas verdes), guacamole, chutney artesanal de morango e “chalaquita” vinagrete peruano. Chef Fernando Matsushita.

Gordo e Magro

Picanha suína com tempero da casa, batata frita com lemon pepper e onion rings. Chef Maurício Fontana.

Cana Benta

Iscas de picanha suína flambada na cachaça artesanal, acompanha picles e raíz forte. Chef Délio Canabrava.

Quintana Gastronomia

Picanha Suína com Cuscuz de castanhas: grelhada, temperada com molho de vinho e especiarias, acompanha cuscuz de castanhas, legumes orgânicos, ervas e compota de maracujá. Chef Gabriela Vilar Carvalho.