Cervejaria que dá gosto

 

Fica em Campo Largo a Klein Brewhouse, uma casa envidraçada, ocupando dois mil metros quadrados, bem dividida com vários ambientes, onde se tem bar, restaurante, varandas, área para eventos e música ao vivo. E que oferece cervejas artesanais paranaenses, afinal é um restaurante de cervejaria. Assim, o destaque principal do projeto assinado pelo arquiteto Pedro Druziki Jr são três enormes tanques de inox atrás de um concorrido balcão.

 

Suelen e Henrique Presser, empresários e sommeliers de cerveja, investiram na Klein Brewhouse, após mais de um ano de planejamento e reformas. Proprietários da Cervejaria Klein, uma das principais do país, resolveram aliar gastronomia com a boa cerveja.

Tudo foi bem pensando, tem um carinhoso espaço infantil, e um dos seus primeiros clientes é o pequeno Erik, filho do casal.

 

Tem também um simpático empório, que oferta as cervejas da casa, brindes e um exclusivo pão de cerveja e malte. Sensacional.

 

 

O restaurante/bar surge oito anos após o casal fabricar a Klein em escala comercial. Antes, a produção era doméstica. Foi tão bem apreciada que a fábrica iniciou com uma capacidade produtiva de vinte mil litros mensais.

Logo, Campo Largo, ganhava outro atrativo, além de suas famosas louças. Uma das razões do sucesso, segundo os apreciadores, é o Klein Stout, chope tradicional na Irlanda, que ganhou aqui nitrogênio, ficando mais leve e cremoso. E o sucesso é nacional (bebi uma Klein em Natal, Rio Grande do Norte. Perguntei sua origem e fiquei surpresa, pois que era de minha vizinhança, cidade juntinha de Curitiba).

Dos três chopes iniciais (além do Stout, Klein Pilsen, com puro malte que segue a lei da pureza alemã, e Klein Brown Ale, de origem inglesa com seus maltes responsáveis pelo aroma de nozes e suave sabor de caramelo), hoje são uma dúzia de rótulos, aos quais se somam os estilos  Weiss (também de origem alemã) e Tchec (origem tcheca).

Todas as cervejas e chopes estão disponíveis no novo endereço cervejeiro, somados a outras marcas paranaenses. E agora com mais um adendo luxoso: podem ser harmonizados com o cardápio assinado pelo chef e professor Alexandre Bressanelli, que optou pelo conceito das steakhouses norte-americanas, mas inova com surpresas no sabor, como o suculento molho da coxa de peru.

Inaugurada há vinte dias, a casa da Klein, como antecipam Suelen e Henrique, vai oferecer um novo produto da fábrica, a sidra elaborada com maçãs do Rio Grande do Sul e fermentada com leveduras de espumantes.

A Klein Brewhouse abre suas portas de quarta a sexta-feira, das 18h à meia-noite; sábados, das 10h a uma hora, e domingo, das 11 às 23h.

Anote: Rua Albino Lunardon, esquina com marginal da BR 277, em Campo Largo.