Liquori dá vida ao centro curitibano

Teólogo com diploma pela PUC-PR, coube a Marco Antonio Marcon iluminar a noite da Boca Maldita. E ainda ter especial atenção com as mulheres em um território machista por tradição. Benza Deus! Do que se trata? Ah, do oitavo endereço da franquia Liquori Caffè Gourmet em Curitiba, situado em um prédio construído em 1958.

Fica juntinho do Avenida, este sim, uma tradição de café no balcão, bem ao gosto do público masculino (de olho comprido agora para “concorrente” ao lado, mas que é do mesmo dono). Depois de quatro anos na condução do Avenida, Marco Antonio Marcon decidiu expandir o negócio dos cafés. “O Liquori, diz ele, é a renovação das cafeterias. Com isso, queremos melhor atender o público jovem e o feminino”.

“Estamos fazendo nossa parte”, observa ainda, a propósito dos projetos de iluminação, adequação aos novos tempos e segurança na Rua das Flores. Dando fé à promessa municipal de revitalização da Rua das Flores, o Liquori fecha às 22h30, quando já no início da noite o centro da cidade perde a vida. Mas, se Deus quiser, o bar ainda ficará aberto 24 horas.

O novo ponto de encontro é simpático com suas mesinhas, ambiente claro, balcão com doces incríveis e muito café. Na parede, um painel traz 22 nomes de cidades italianas, incluindo Marcon, origem da família de Marcoi Antonio que imigrou para o  Brasil no século XIX.

A capacidade inicial do Liquori da Boca Maldita é de trinta lugares sentados, mas em breve vai ocupar o piso superior com um lounge para refeições. Crepes, omeletes, sopas, sanduíches quentes, salgados assados e tortas já estão disponíveis, entre elas uma tentação batizada por Torta Síria.

Murilo, um dos três baristas da casa, responde por preparos deliciosos, como o drinque de macadâmia.  Cidades italianas batizam os cafés especiais – Troia, Arezzo, Negresco, Veneza… O cardápio da rede é composto de caffè espresso, chás, cioccolata, caffè caldo e freddo (alcoólico e não-alcoólico), além de bebidas diversas, como soda, água, sucos, refrigerante.

Anderson Felix, diretor da marca que teve seu primeiro endereço no Balneário Camboriú-SC, garante: “Priorizamos uma experiência sensitiva a partir de um cardápio diferenciado em sabores e um ambiente aconchegante em nossas unidades, com um atendimento realizado de forma bem pessoal e confortável”.

Nascida em 2007, a cafeteria já está em quatro Estados e abrirá mais duas casas este ano ainda. TTem 13 unidades assim distribuídas: oito em Curitiba, duas em Camboriú, uma em Joinville, outra em São Luís do Maranhão e mais uma em Canoas-RS.

Anote: Avenida Luiz Xavier, 96; funcionamento de segunda a sexta das 8 às 22h30, sábado  e domingo das 9 às 18h.