Bar do Victor – 50 anos

Chef Eva dos Santos e Francisco Urban

Nos idos de 1955, Victor Schiochet, o velho Victor, abriu seu primeiro negócio, um modesto armazém de “secos e molhados”, no antigo bairro Taboão (hoje, São Lourenço), vendia petiscos, bebidas, quitutes e o já conhecido espetinho de camarão.

Foi em 1969 que oficialmente inaugurou-se o primeiro “bar/restaurante” do Seu Victor passou por mudanças, ampliações e passou a ser chamado Bar do Victor.

A nova casa, ainda no São Lourenço, situava-se na Rua Mateus Leme.

Treze anos depois, em 1982, que o Bar do Victor, em novo processo de transformação, se mudou para a Rua Lívio Moreira, onde permanece até hoje, o Restaurante Bar do Victor.

Francisco Urban entrou na cena apenas em 1999, ao lado da filha do seu Victor, Janice Schiochet, Chico com apenas 27 anos passou a auxiliar o velho Victor no gerenciamento do bar.

Curiosamente Chico, que hoje cuida do grupo, não entendia nada de peixe à época que começou a trabalhar com seu sogro.

Aprendeu, ao lado do velho Victor, como lidar com fornecedores e a conhecer os pescados da casa já que o próprio Victor buscava no litoral os melhores produtos para servir no restaurante.

Além de comprar pessoalmente, era ele quem ficava na cozinha limpando os peixes (ou “arrumando”, como ele gostava de dizer), que fritava e criava todos os pratos.

Victor Schiochet, a esposa Ema e os filhos Janice e Elírio, em 1973 na fachada do Victor da Mateus Leme

Entre 2002 e 2003, a chef Eva dos Santos uniu-se à equipe.

Inicialmente a cozinheira preparava menus exclusivos para o jantar duas vezes por semana para o restaurante.

A parceria foi tão proveitosa que a chef, em meados de 2003, se uniu de vez à equipe.

De uma boa notícia com a nova integrante do grupo para uma não tão boa: foi neste mesmo ano que o Victor deixou seu legado, aos 76 anos.

Daí em diante, Chico Urban passou cuidar integralmente dos negócios do seu sogro.

Em 2007, Chico abriu a Petiscaria do Victor em Santa Felicidade.

Logo no ano seguinte, inaugura o Bistrô do Victor, localizado no ParkShopping Barigüi, e em 2013, abriram a maior casa do grupo, na Praça da Espanha, chamada inicialmente Trattoria do Victor.

As quatro restaurantes têm características próprias no seu cardápio.

Em meio século de história, o agora “comandante” Francisco Urban conseguiu expandir e desenvolver o negócio do velho Victor.

Totalizando pouco mais de 100 funcionários nas quatro casas, Chico até hoje gerencia de perto a produção: desde a compra dos melhores pescados, nutrindo excelente relacionamento com os fornecedores até sua equipe, coesa, focada e investida em manter o Grupo Victor uma referência no preparo de frutos do mar.

Victor Schiochet

Curiosidades

-Em 2016, o Grupo Victor atingiu a marca de 2 mil toneladas de camarões vendidos.

-Em 2016, o restaurante figurava entre os restaurantes mais premiados da cidade.

-Em 2016, 2017 e 2018, o Victor ganhou como melhor restaurante de frutos do mar – Categoria Premium – no Prêmio Topview de Gastronomia.

-Prêmio Bom Gourmet de Gastronomia:

*Vencedor em 2017 com o prato Camarão de Portugal, do Bar do Victor.

*Vencedor em 2015 com o prato Pescada Branca com Camarão Ensopado, do Bar do Victor.

*Vencedor em 2014 com o prato Linguado da Mamma, do Bar do Victor.

*Vencedor em 2013 com o prato Bacalhau à Zanoni, do Bar do Victor.

*Vencedor em 2012 na categoria “sobremesa” pela cheesecake do Bistrô do Victor. O Bar do Victor também ganhou na categoria “melhor adega”.

-Chef Eva dos Santos foi considerada Chef 5 Estrelas pelo Bom Gourmet por quatro anos consecutivos entre 2012 e 2015.


MDGP lança segunda edição da revista MDGP

 

Marlus Dória

Publicação traz dicas do bairro Cabral e destaques do design mundial.

A MDGP Incorporações lançou a segunda edição de sua revista.

Com uma leitura leve e informativa, esta edição destaca, na reportagem de capa, o bairro Cabral, que vem se posicionando cada vez mais como referência habitacional em Curitiba.

Destaque também para a premiação conquistada pelo ARBO Cabral, na categoria “Projeto Arquitetônico”, no Troféu Incorporador do Ano 2018, promovida pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário – ADEMI/PR.

O premiado escritório franco-brasileiro Triptyque assinará o próximo projeto da incorporadora.

capa da revista

 Ostras e frutos do mar na brasa

Master Chef André Pionteke e Claudia Krauspenhar

A chef Claudia Krauspenhar realizou a primeira edição do Oyster Bar no último final de semana.

A ideia da chef é abrir para o almoço de sábado uma vez ao mês especialmente para a realização do Oyster Bar, com ostras e frutos do mar preparados na brasa na varanda do K.sa Restaurante.


Noite de autógrafos

A Louis Vuitton – Pátio Batel esteve lotada na noite da última terça-feira durante o lançamento do primeiro livro do arquiteto Jayme Bernardo, intitulado Jayme Bernardo Arquitetura. Interiores. Design.

A obra resume os 37 anos de profissão do arquiteto nascido em São Paulo e criado no Paraná, através de 400 imagens e 19 projetos que evidenciam sua vocação contemporânea para desenhar casas e ambientes de importantes mostras de decoração.

O gosto de Jayme pelo design é marcado também pela presença de várias peças da DIEEDRO, sua marca de mobiliário, que permeiam o livro e compõem diversos projetos.

Confiram circulou por lá.

Roberto Couto, Alberto Asseis e Ruy Barrozo
Neto e Débora Merhy
Cintia Peixoto e Ingrid Moscalewski
Roselena Abujamra e Marzia Lorenzetti
Clemilda Thomé e Mamá Brito
Eduardo Gomes e Ticiana Martinez

Fogaça em Curitiba

O chef Henrique Fogaça esteve em Curitiba para comemoração do Cão Véio.