O Colégio do Bosque Mananciais proporciona a pais, mães e estudantes de Curitiba e região uma oportunidade inédita no Brasil: participar de um encontro com a estudante brasileira Amanda Amaral, uma das responsáveis pela criação, em dezembro do ano passado, pela Organização das Nações Unidas (ONU), do Dia Mundial da Educação, celebrado pela primeira vez em 24 de janeiro.
Amanda chega a Curitiba no final da manhã desta terça-feira (19), participa de uma roda de conversa com as turmas do 9º ano e da 1ª série do Ensino Médio e, na sequência, no auditório da Unidade Mananciais, dará uma palestra aberta ao público sobre “A importância da Educação para o Desenvolvimento Sustentável”. A atividade faz parte das comemorações do Mês da Mulher.
Aos 21 anos, Amanda está concluindo a graduação dupla em Economia e Economia Política Internacional, com foco em Comunicação, na Fordham College Lincoln Center, em New York (EUA), e é diretora da Foundation for the Support of de UN, organização não governamental (ONG) que trabalha com questões humanitárias e de sustentabilidade ambiental.
Foi representando essa entidade que Amanda discursou durante a Assembléia Geral da ONU realizada no dia 30 de novembro de 2018, nos Estados Unidos, e que culminou que a criação do Dia Mundial da Educação.
“Fizemos questão de trazer a Amanda para conversar com nossas alunas porque a sua trajetória pessoal é uma grande inspiração. Muito jovem ela já tem um currículo que inclui ações que farão a diferença para o mundo e tem um perfil muito claro de liderança”, explica a diretora da Unidade Mananciais, Ivone Patrão. “Queremos inspirar alunas a formar-se bem tanto do ponto de vista acadêmico como humano para empreender, buscar soluções para problemas da sociedade, liderar pessoas de forma positiva, além de estimular a fluência no inglês, a adesão ao High School e a programas de intercâmbio”.

O encontro com as alunas acontecerá às 13h e, na sequência, Amanda proferirá a palestra aberta ao público que terá como focos: a valorização do acesso ao estudo, o aproveitamento das oportunidades e o conhecimento como meio de abertura de portas para o desenvolvimento sustentável local.