As chuvas na semana passada e nesta prejudicaram a viticultura em Marialva (PR). De acordo com agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, não só uvas que estavam prestes a ser colhidas, mas também as que estavam em processo de desenvolvimento (para serem tiradas em julho) foram perdidas – por conta de rachaduras nas bagas. Segundo o Inmet, o acumulado de chuvas da última sexta-feira até hoje (31/05 a 07/06) em Maringá (PR), município vizinho de Marialva, foi de 76 mm.

Diante desse cenário, muitos produtores podem encerrar a safra ainda em junho, antecipando em quatro semanas, por conta das perdas. Essa situação refletiu nos preços: as variedades itália e benitaka ficaram na média de R$ 2,92/kg, valorização de 18% frente à semana passada.

Fonte: Cepea/Hortifruti