A Cuore di Cacao, uma das grandes referências da produção de chocolates especiais no Brasil, acaba de aumentar sua lista de prêmios recebidos. A chocolateria, fundada há 14 anos na cidade de Curitiba, recebeu quatro medalhas na competição Americas Bean-to-bar and Chocolatier, promovida pelo International Chocolate Awards, e duas medalhas na premiação Academy of Chocolate, de Londres.
A International Chocolate Awards é uma competição independente, que reúne os principais produtores artesanais do mundo, reconhece a excelência na fabricação de chocolates finos e de produtos feitos com a matéria prima. Realizado em Nova York, o prêmio reconheceu a excelência da chocolateria curitibana: medalhas de prata para os chocolates ao leite 38% com chá mate e ao leite 38% com crocante de nibs e melado; e medalhas de bronze para os bombons de gianduia amarga e para o chocolate 70% castanha de caju e flor de sal.
O Prêmio Academy of Chocolate, um dos mais importantes prêmios internacionais do segmento, reconhece os melhores chocolates em diversas categorias, como bean to bar, com inclusões, entre outras. O objetivo da premiação é fazer com que os amantes do doce saibam identificar o “verdadeiro chocolate”, indo além do rótulo, além de incentivar a transparência no comércio do cacau e a sua produção de maneira sustentável e socialmente justa.
Nesta competição, a chocolateria curitibana recebeu duas medalhas de bronze, com as barras de chocolate meio amargo 55% com laranja e coentro e o chocolate ao leite 38% com chá mate. Além disso dois chocolates foram recomendados, o ao leite 38% e ao leite 38% com crocante de nibs e melado.


Comandada pelas irmãs e sócias Bibiana e Carolina Schneider, a Cuore di Cacao sempre se destacou por apresentar inovações e deliciosas novidades que conquistam o público de todo o país. “O reconhecimento do International Chocolate Awards e da Academy of Chocolate ao nosso trabalho nos mostra que estamos no caminho certo e que nosso chocolate está entre os melhores do mundo. É uma alegria imensa que nos faz querer seguir a diante e conquistar cada vez mais os amantes de chocolate ao redor do globo”, comenta Bibiana Schneider.