A China superou a África do Sul como primeiro produtor mundial de ouro, segundo estudo divulgado na sexta-feira pelo diário britânico "Financial Times".

A China superou a África do Sul como primeiro produtor mundial de ouro, segundo estudo divulgado na sexta-feira pelo diário britânico "Financial Times".

O relatório, elaborado pela empresa de consultoria de metais britânica GFMS, indica que a produção chinesa de ouro aumentou 12% no ano passado em comparação com 2006, atingindo o recorde de 276 toneladas.

Já a produção da África do Sul totalizou 272 toneladas em 2007, contra as 296 toneladas registradas no ano anterior. Com isso, o país perdeu a hegemonia de um setor que dominava há mais de um século.

O grande avanço da China na indústria da extração de ouro ocorreu graças a um aumento da produção de 70% na última década, segundo o "Financial Times".

A conquista representa a última evidência do esforço de Pequim por impulsionar o fornecimento nacional de matérias-primas para reduzir os custos na importação desse tipo de mercadoria.

A liderança chinesa no setor coincide com a escalada do preço do ouro, que esta semana bateu um recorde, ao ultrapassar US$ 900 a onça.

Segundo o "Financial Times", a China já é o maior produtor mundial de outros importantes metais, como o alumínio, o zinco e o chumbo, enquanto se mantém como segundo produtor de estanho.