Caoa desiste de fábrica da Ford, diz Doria

1020

ARTHUR CAGLIARI
FOLHAPRESS – O governador de São Paulo, João Doria, disse nesta segunda-feira (13) que a Caoa desistiu das negociações com a Ford pela unidade da montadora americana no município de São Bernardo do Campo (SP).
“A Caoa acabou não consolidando a sua compra da unidade da Ford exatamente porque o grande investidor chinês queria uma indústria fisicamente maior para a produção automobilística.”
Procurada, a Caoa disse apenas que as negociações devem seguir o encaminhamento informado pelo governador, e que há estudo de uma nova fábrica.
A montadora americana, por sua vez, confirmou em nota a declaração do governador sobre a venda de sua fábrica.
“A Ford confirma que as negociações com a Caoa não progrediram. No entanto, há potenciais compradores interessados e engajados em conversações com a Ford em relação às instalações de São Bernardo do Campo.”
A reorganização mundial da Ford resultou na saída da empresa da produção de caminhões na América Latina, medida anunciada em fevereiro do ano passado.
No início de setembro de 2019, o governador João Doria organizou uma coletiva que reuniu dirigentes da Ford e do grupo Caoa. Contudo, apenas diligências prévias na fábrica haviam sido confirmadas, o que mostrou a indefinição das negociações.
Reportagem do jornal Folha de S.Paulo de setembro do ano passado apontou a dificuldade da companhia em obter financiamento para a aquisição do espaço como um entrave para o acerto do acordo.
O nome da BYD chegou a aparecer como uma das interessadas pelo espaço no ABC após as negociações da Ford com o grupo Caoa esfriarem.