Caminhoneiros alertam sobre nova greve

392

Grupos de caminhoneiros organizam uma nova greve para a próxima quarta-feira, dia 19 de fevereiro, em protesto contra a decisão do ministro do Supremo Tribual Federal (STF), Luiz Fux, de adiar o julgamento sobre a constitucionalidade da tabela do frete. Segundo o presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Walace Landim, o Chorão, a paralisação já está definida. “A categoria vai parar na quarta-feira em resposta ao descaso do ministro”, afirmou, segundo a Jovem Pan.

Em 2018, greve dos caminhoneiros causou crise

Inicialmente, os caminhoneiros haviam decidido parar enquanto acompanhavam a votação no STF sobre o tema — mas, a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), a análise do assunto na Corte foi suspensa.

A categoria, então, decidiu cruzar os braços na quarta, das 6h às 18h. Entretanto, em princípio, a orientação é para que sejam evitados bloqueios em rodovias.

Com informações de sites e grupos de APP e Jovem Pan