Foto: Instituto Brasil-Israel @ibi_br

DIOGO BERCITO
FOLHAPRESS

Você conhece esta música, cuja letra diz: “Afilu daka, afilu lerega i efshar, od meat machar ken muchrach lalechet Tzar li kvar meuchar. Harakevet yotzet, rakevet achrona halaila – achat esre bediuk”.
Provavelmente, no entanto, você está acostumado à letra em português: “Não posso ficar nem mais um minuto com você. Sinto muito amor, mas não pode ser. Moro em Jaçanã. Se perder esse trem, que sai agora às onze horas – só amanhã de manhã”. Trata-se do “Trem das Onze” em uma versão em hebraico cantada por Mati Caspi.
O brasileiro-israelense Yair Mau organizou mais de 800 canções em hebraico no site Shirim em Português, com tradução e transliteração ao alfabeto latino. A ideia dele é ajudar quem está estudando essa língua. Ouvir e cantar é uma estratégia comum no ensino de idiomas.
Doutor em física, Yair é apaixonado pela cultura israelense e, em especial, pelo idioma hebraico. Ele também faz parte do time de brasileiros-israelenses que mantém o influente blog Conexão Israel.
As canções estão organizadas por artista e categoria. A israelense de origem iemenita Ofra Haza tem diversas músicas no site, inclusive “Shir HaFrecha”, sobre uma mulher com orgulho de ser brega.
Sobre “Yerushalaim Shel Zahav”, cantada por Shuly Nathan, Yair explica melhor seu contexto, antes de entregar a sua tradução -é uma espécie de hino de Jerusalém.