Estudo mostra que brasileiro está conseguindo deixar o SCPC mais rápido

Apesar da lenta recuperação do mercado de trabalho, foi possível observar uma sensível melhora na situação financeira dos consumidores em 2018. Não só a inadimplência calculada pela Boa Vista caiu 1,1% em relação a 2017, como já havia registrado queda de 3,3% em relação a 2016 –, como também recuou o tempo médio para quitação de dívidas após a inserção no cadastro de inadimplentes, o SCPC – Serviço Central de Proteção ao Crédito. Segundo levantamento realizado pela Boa Vista, com abrangência nacional, os consumidores demoraram em média 117 dias – o equivalente a 3,9 meses – para quitar suas dívidas em 2018 após serem incluídos na base de inadimplentes do SCPC. Em 2017, o prazo médio foi de 151 dias – ou 5 meses. O recuo foi observado em todos os setores selecionados.