Depois de treinos livres com alternância de equipes na liderança em Silvestone, o finlandês Valtteri Bottas levou a melhor com a Mercedes no treino classificatório e conquistou neste sábado (13) a pole position para o GP da Grã-Bretanha de F-1. A prova está marcada para as 10h10 (de Brasília) deste domingo.
Mais uma vez protagonizando a disputa com Ferrari e Red Bull, a Mercedes também ficou com a segunda colocação com o britânico Lewis Hamilton. A diferença entre os pilotos foi mínima, com Bottas cravando 1min25s093, seis milésimos mais rápido do que Hamilton (1min25h099). Esta é a primeira pole do finlandês em Silverstone.
Charles Leclerc também mostrou força com a Ferrari e andou no mesmo ritmo do que a dupla da Mercedes. Ele chegou a ameaçar a pole de Bottas em sua última volta, mas ficou a 79 milésimos do líder e largará em terceiro. A duipla Red Bull, com Max Verstappen em quarto e Pierre Gasly em quinto, vem na sequência, com Sebastian Vettel em sexto com a Ferrari.
Depois de uma sexta-feira em que protagonizou um acidente bizarro ao bater na saída do pit lane de Silverstone, Romain Grosjean encerra o sábado sem ter muito o que comemorar. O piloto não conseguiu passar para o Q3 e largará na 14ª colocação com a Haas – seu companheiro Kevin Magnussen larga em 16º.
Antonio Giovanazzi (11º), Kimi Raikkonen (12º), Carlos Sainz (13º) e Sergio Perez (15º) também ficaram no Q2.
Como já se tornou habitual nesta temporada, a Williams figurou nas últimas colocações. O britânico George Russel (19º) e o polonês Robert Kubica dividirão a última fila em Silverstone, sendo que os dois foram mais de um segundo mais lentos do que o 18º colocado, Lance Stroll. Kvyat (17º) e Kevin Magnussen (16º) também ficaram no Q1.