O porta-voz do governo, Otávio do Rêgo Barros, desmentiu que o projeto publicado pelo Estadão seja o definitivo

Se depender do presidente Jair Bolsonaro, não vai vingar a proposta de Reforma da Previdência que estipula idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem. A ideia é do ministro da Fazenda, Paulo Guedes, mas o presidente, que ainda se recupera da cirurgia para reconstruir o trânsito intestinal, acha que as mulheres devem se aposentar mais cedo. O jornal O Estado de São Paulo divulgou algumas propostas que estariam no projeto, mas o porta-voz do Governo, Otávio Rêgo Barros não as confirmou: “O presidente não confirma enquanto não tiver um projeto fechado sobre a previdência. Quaisquer ilações sobre temas que estão inseridos nesse documento, como eu disse, são ilações”, declarou.