Bolsonaro descarta elevar imposto sobre cerveja e açúcar após proposta de Guedes

297

O presidente Jair Bolsonaro descartou nesta sexta-feira um aumento da tributação sobre a cerveja e produtos com açúcar, rejeitando possibilidade levantada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que falou na véspera sobre estudos para criação de um “imposto do pecado”.

Em Davos, onde participa do Fórum Econômico Mundial, Guedes disse que pediu para a sua equipe estudos sobre um imposto a ser cobrado em bens que fazem mal para a saúde, incluindo cigarros, bebidas alcoólicas e produtos com adição de açúcar.

“Paulo Guedes, desculpa, você é meu ministro, te sigo 99%, mas aumento de imposto para cerveja, não”, disse Bolsonaro em entrevista a jornalistas após desembarcar em Nova Délhi, na Índia, em viagem oficial.