A Bolsa brasileira atingiu uma nova máxima histórica intraday, ou seja, durante o pregão, nesta terça-feira (22). O Ibovespa, principal índice acionário do país, opera acima dos 107 mil pontos.
Às 15h20, o índice subia 1,13%, a 107.220 pontos, fruto da confiança dos investidores com a aprovação da reforma da Previdência no Senado, sua última etapa no Congresso.
Na véspera, a Bolsa fechou acima de 106 mil pontos pela primeira vez na história.
Também contribuem para o viés altista a melhora nas tensões comerciais entre Estados Unidos e China, a previsão de uma Selic a 4,5% este ano e o início da temporada de balanços nesta semana.
A Petrobras, empresa mais negociada da Bolsa, sobe 3,10%. Os bancos também registram fortes altas, acima de 2%.
A cotação do dólar acompanha o otimismo do mercado e recua 1,64%, a R$ 4,0640.