O diretor da BD, Walban Damasceno, anunciou a ampliação da fábrica de Curitiba ao prefeito Rafael Greca

A empresa americana Becton Dickinson se instalou em Curitiba a partir de 1987, na Cidade Industrial. A produção teve início em 1989, quando começaram a ser produzidas seringas plásticas. Trata-se de uma fábrica instalada numa área com mais de 10 mil m2, totalmente automatizada. Os produtos são esterilizados e testes são realizados para garantir a perfeita esterilidade e atoxicidade.
A empresa líder mundial em tecnologia médica, a Becton Dickinson (BD) surgiu nos Estados Unidos em 1897. A BD chegou ao Brasil em 1956, instalando a primeira unidade de produção em Juiz de Fora (MG), fabricando seringas de vidro. A fabricação de seringas plásticas teve início em 1973 e desde 1989 toda a produção destes materiais acontece na fábrica de Curitiba.
A indústria americana anunciou investimentos de R$ 100 milhões na ampliação da unidade industrial da BD, em julho do ano passado, em Curitiba. A Becton Dickinson tem atualmente 450 funcionários. De acordo com o diretor corporativo da companhia, Walban Damasceno de Souza, “com a ampliação serão criados 40 empregos diretos e 140 indiretos”. Com fábricas e centros de distribuição também em São Paulo, Juiz de Fora, Osasco e Itajaí, a BD produz na CIC seringas descartáveis, agulhas e dispositivos de dosagem, entre outros produtos.