Com o ATR 72-600, a Azul voa agora de Curitiba a Lajes

Ao longo dos próximos meses, e até 1º de setembro, período de dias frios e de eventuais nevoeiros, a Azul Linhas Aéreas altera a programação de seus horários de voo, com o cancelamento de algumas frequências. A medida impacta em 24 bases da companhia, a maioria localizada no Sul do país. O assunto foi tratado em workshop da companhia, realizado em Curitiba, no aeroporto Afonso Pena.

Além de uma análise do histórico de fechamento de aeroportos por dificuldades meteorológicas, a companhia adequou a escala das tripulações e a operação de cada sequência de voo, para que as possíveis contingências sejam contornadas com mais facilidade, gerando menor impacto aos clientes.

Daniel Tkacz, diretor de planejamento de malha da Azul, diz: “Fizemos um trabalho intenso para reorganizar a nossa malha pelos próximos quatro meses, com o objetivo de reduzir o número de cancelamentos e atrasos por motivos meteorológicos. Essa é uma iniciativa anual da Azul e que temos aprimorado a cada ano, de modo a nos ajudar a honrar nossos voos, manter o nosso padrão de segurança operacional e garantir a excelência e regularidade do nosso serviço”.

Dia 3 de maio, a Azul começou a voar diariamente entre Curitiba e Lages (SC), com aeronaves ATR 72-600, configurada para 70 passageiros.